Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Angola venceu a República Centro-Africana por 2-1

A República Centro-Africana tinha um objectivo: vencer Angola para alcançar um apuramento inédito para o CAN – Campeonato Africano das Nações.

No Estádio da Reunificação, em Douala nos Camarões, visto que nenhum estádio está homologado pela CAF – Confederação Africana de Futebol – na República Centro-Africana, a selecção centro-africana estava confiante como tinha afirmado o Presidente da Federação, Célestin Yanindji, na RFI – Rádio França Internacional.

Na primeira parte, os centro-africanos entraram melhor e tentaram abrir rapidamente o marcador, no entanto a selecção angolana foi mais eficaz.

Aos 12 minutos, após um livre do capitão Fredy, o defesa Kialonda Gaspar, que actua no Estrela da Amadora em Portugal, cabeceou para o fundo da baliza.

Primeiro golo apontado por Kialonda Gaspar com a camisola dos Palancas Negras.

No intervalo, a Selecção angolana, comandada pelo português Pedro Gonçalves, vencia por 0-1.

A segunda parte começou da melhor maneira para os centro-africanos que empataram com um tento apontado pelo capitão da equipa, Geoffrey Kondogbia, aos 46 minutos de jogo.

Tudo empatado e um resultado que não era forçosamente favorável a nenhuma das duas equipas.

O encontro acabou por cair para o lado dos Palancas Negras em dois momentos: o guarda-redes dos centro-africanos Dominique Youfeigane foi expulso após ter cometido uma falta sobre o avançado Milson que ia isolado para a baliza, isto aos 70 minutos.

A onze contra dez, os angolanos tomaram conta do jogo até chegar ao segundo golo. Aos 86 minutos, após um cruzamento do lateral Eddie Afonso, o avançado Milson cabeceou para o fundo da baliza centro-africana, isto após um erro do guarda-redes Kolimba Alladoum que julgou mal a trajectória da bola.

Recorde-se que Kolimba Alladoum entrou para ocupar o lugar do expulso Dominique Youfeigane, tendo substituído o médio Brad Pirioua.

No fim dos 90 minutos, Angola venceu por 1-2 num jogo considerado fora, mas que foi realizado nos Camarões e não na República Centro-Africana.

De notar que Raoul Savoy, seleccionador suíço da RCA, foi expulso após protestos contra o arbitro marroquino Redouane Jiyed, após o apito final do jogo.

Com este resultado, os pupilos de Pedro Gonçalves têm 8 pontos, os mesmos do que o Gana, que defronta Madagáscar no domingo, 18 de Junho.

A República Centro-Africana ocupa o terceiro posto com 7 pontos, enquanto os malgastes têm apenas um ponto.

De notar que na sexta e última jornada, a 3 de Setembro, o Gana recebe a República Centro-Africana, enquanto Angola acolhe Madagáscar. Os Palancas Negras terão de vencer para garantir um dos dois primeiros lugares que dão acesso ao apuramento para a fase final do CAN 2023 que vai decorrer em 2024 na Costa do Marfim.