Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Kanye West diz que deixou de ser antissemita após ver o ator Jonah Hill

O rapper Kanye West disse, neste sábado (25), que abandonou o antissemitismo em uma nova postagem no Instagram, na qual relatou que ver o ator Jonah Hill no filme “Anjos da Lei” (21 Jump Street) “fez com que eu voltasse a gostar dos judeus”.

Ye, como o cantor é conhecido formalmente, chocou seus fãs nos últimos meses com uma série de ameaças contra pessoas judias, o que o levou a ser bloqueado na maioria das redes sociais e levou a gigante das roupas esportivas Adidas e outras marcas de moda a se desvincularem dele.

Sua última publicação no Instagram, neste sábado, parecia uma tentativa de voltar atrás em suas declarações anteriores de “amor” aos nazistas e admiração por Adolf Hitler.

“Ver Jonah Hill em ‘Anjos da Lei’ fez com que voltasse a gostar dos judeus”, escreveu.

“Ninguém deveria pegar a raiva contra um ou dois indivíduos e transformá-la em ódio contra milhões de pessoas inocentes”, continuou. “Nenhum cristão pode ser rotulado como antissemita, sabendo que Jesus é judeu. Obrigado, Jonah Hill, te amo”.

Alguns usuários das redes sociais pareceram ter recebido as declarações com humor, mas muitos acreditaram.

“Não funciona assim, Kanye. O estrago foi feito. As sementes de ódio que você plantou já brotaram”, escreveu um usuário do Twitter.

O rapper, que fala abertamente de sua luta contra as doenças mentais, viu suas relações comerciais desmoronarem à medida que seu comportamento errático e seu discurso extremista suscitavam preocupação.