Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Ocidente preocupado com golpe militar no Níger

O presidente francês, Bruxelas e a Casa Branca apelaram à libertação do presidente nigerino, que se encontra detido pela guarda presidencial desde quarta-feira.

Centenas de pessoas manifestaram-se na capital do Níger, depois de ter sido anunciado um golpe militar na quarta-feira à noite. O presidente do país está detido pela guarda presidencial desde então. Os manifestantes pediram a retirada das tropas francesas.

“Este golpe de Estado é totalmente ilegítimo e profundamente perigoso para os nigerinos, para o Níger e para toda a região. É por isso que apelamos à libertação do Presidente Bazoum e ao restabelecimento da ordem constitucional”, declarou o presidente francês, Emmanuel Macron.

A Comunidade Económica dos Estados e da África Ocidental, Bruxelas e a Casa Branca também apelam à libertação imediata do presidente do Níger, Mohamed Bazoum.

“Apoiamos veementemente o presidente democraticamente eleito e condenamos veementemente qualquer esforço para tomar o poder pela força e perturbar a ordem constitucional. Pedimos a libertação imediata do presidente e o respeito pelo estado de direito e pela segurança pública”, disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

Ainda não está claro quem está a comandar o golpe. Há bandeiras russas nas ruas e gritos a favor do grupo Wagner. O presidente Mohamed Bazoum, que foi eleito democraticamente há dois anos, recusa-se a renunciar.