Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Privatização da Sonangol pode terminar em 2026

O presidente do Conselho de Administração do Instituto de Gestão de Activos (IGAPE), Patrício Vilar, reafirmou esta quarta-feira, em Luanda, que a privatização da Sonangol poderá ser concluída até 2026.

Em declarações à imprensa, no final de uma visita àquela petrolífera, disse que a empresa possui um vasto património no mundo, razão pela qual o processo de privatização não poderá terminar este ano.

“Não será, com certeza, este ano, mas dentro do período da segunda fase do programa de privatizações, que termina em 2026”, disse, tendo sublinhado que a Sonangol é um conjunto de empresas com várias unidades de negócios, actividades, subsidiárias e participações.

Segundo Patrício Vilar, uma das matérias acompanhadas pelo IGAPE, em todas as empresas, tem a ver com as reservas apresentadas pelos auditores, e no caso da Sonangol verificou-se “uma evolução significativa” em relação a este processo (reservas dos auditores).

Explicou, por outro lado, que a visita permitiu aos técnicos do IGAPE perceber a dinâmica da empresa, para interiorizarem, nas suas análises, as formas como se organizam e a parte operacional.

Por seu turno, o presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Martins, referiu que a visita permitiu aos dois órgãos saber o estado actual da petrolífera e como o IGAPE pode aumentar o grau de acompanhamento das actividades da mesma empresa.

Sebastião Martins adiantou que a Sonangol aproveitou a ocasião para apresentar ao IGAPE informações sobre a carteira de actividades e de negócios da empresa e o processo de prestação de contas.

A visita do IGAPE à Sonangol enquadrou-se no reforço do acompanhamento da actividade operacional das empresas públicas e serviu, essencialmente, para avaliar o desempenho da petrolífera estatal nos últimos anos, assim como dar a conhecer os objectivos da empresa para os próximos tempos.

Esta versão actualiza o texto da ANGOP divulgado esta quarta-feira, com o título “Privatização de activos da Sonangol inicia em 2024”, partilhado por alguns portais de notícias, cujo conteúdo apresentou imprecisões. JAM/AC