Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Zelenskyy dá a entender perda de Bakhmut para forças russas

Presidente ucraniano manifestou-se à margem da cimeira do G7 que decorre no Japão

Volodymyr Zelenskyy disse que “não há nada em Bakhmut” e que a cidade “está nos nossos corações.”

Questionado, durante a cimeira do G7 que decorre em Hiroshima, no Japão, sobre se a Ucrânia ainda controla a cidade do leste do país, o presidente não admitiu diretamente, mas referiu: “Penso que não.”

“Tem de entender que não há nada”, disse a um jornalista. Os russos “destruíram tudo.”

Zelenskyy fez as declarações ao lado do presidente dos EUA, Joe Biden, com o qual se reuniu à margem da cimeira. Surgem horas depois de o ministério russo da Defesa fazer eco das palavras do chefe do grupo paramilitar Wagner.

Yevgeny Prigozhin anunciou, este sábado, a captura da cidade de Bakhmut, no leste da Ucrânia, palco de uma batalha sangrenta há meses.

Também anunciou que o grupo vai retirar os seus membros da cidade a partir de 25 de maio, ficando à disposição para operações futuras em Moscovo.

“Até 25 de maio, examinaremos por completo Bakhmut, criaremos as linhas de defesa necessárias e deixaremos a defesa nas mãos do exército russo. Nós próprios iremos para os campos de batalha”, sublinhou Prigozhin.

O anúncio do chefe do grupo Wagner coincidiu com a visita do presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, a Hiroshima, no Japão, para a cimeira do G7.