Brazil

Bolsonaro se sustenta com populismo barato, diz Estadão

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Jornal GGN – O governo Jair Bolsonaro chegou ao seu maior patamar de aprovação desde a posse: pesquisa Ibope aponta que 40% dos entrevistados consideram o governo “ótimo” ou “bom”, enquanto a avaliação negativa caiu de 38% para 29%.

O editorial do jornal O Estado de São Paulo deste domingo (27/09) contesta esses números e especula que, para parte dos entrevistados, a covid-19 não passava de uma “gripezinha”, como o presidente definiu tantas vezes ao incentivar aglomerações e a “volta à normalidade” enquanto o país se aproxima da marca de 140 mil mortos.

“O mais provável é que, ao contrário, o presidente, ao isentar-se sistematicamente de qualquer responsabilidade no que diz respeito à doença e a seus efeitos sociais e econômicos, terceirizou a impopularidade, sentida muito mais pelo Congresso e, principalmente, por governadores e prefeitos – obrigados, estes sim, a enfrentar o desafio da pandemia, contando com escassa ajuda federal e em muitos momentos sendo hostilizados pelo próprio presidente”, pontua a publicação.

O jornal ressalta que a melhora da popularidade de Bolsonaro “é uma espécie de elogio à irresponsabilidade, traduzida não somente em sua infame campanha a favor do uso da cloroquina, espécie de elixir bolsonarista, mas principalmente na conclusão do presidente segundo a qual quem ficou em isolamento na pandemia é “fraco” e se “acovardou””.

“Por enquanto, Bolsonaro se sustenta graças a uma combinação de populismo barato com uma assombrosa capacidade de fingir que é presidente sem exercer o cargo. Mais cedo ou mais tarde, contudo, a ausência de um plano claro de governo, fruto da patente inaptidão de Bolsonaro para desempenhar a função para a qual foi eleito, será percebida pela população”.

Leia Também
Ricardo Salles coloca manguezais e restingas em risco
O que o Barão de Rio Branco diria sobre Bolsonaro na ONU?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Football news:

Lautaro Martinez: Messi is the best in the world. He is always one step ahead of the rest
The Atletico stadium was painted pink as part of the campaign to fight breast cancer
Frank Lampard: nothing comes easy in the Champions League. This is a great platform to learn new things
Ronaldo was not included in the Juve bid for the match against Dynamo Kyiv
Bruno on the role of captain: I didn't expect it. Tomorrow it's not about me, it's about the team. Everyone should be a leader
Ronaldo, Muller, van Basten, Bergkamp and Cruyff are among the nominees for the best centre forward in history (France Football)
UEFA can expand the Champions League to 36 teams from the 2024/25 season. Each club will play 10 matches in the group stage