Brazil

Denúncia de maus-tratos à menina de 3 anos repercute nas redes sociais

 (crédito: Perfil Justiçaporlauraorlandi)

(crédito: Perfil Justiçaporlauraorlandi)

Em meio aos desdobramentos do caso Henry, Tatiana Mari da Silva, mãe de Laura Orlandi, de apenas 3 anos, vê crescer a repercussão do perfil no Instagram criado por ela para denunciar maus-tratos e abusos sexuais supostamente sofridos pela menina pelo filho da madrasta de Laura, que convive junto com a criança na casa do pai. A primeira publicação foi realizada no dia 17 de dezembro do ano passado. Desde então, a mãe compartilha vídeos da criança se recusando a ir à casa do pai e chorando ao sair dos braços da mãe.

O perfil utilizado para denunciar o caso já tem mais de 500 mil seguidores. Tatiana tem recebido apoio de vários influenciadores, internautas e advogados, que se ofereceram para ajudar no caso. A mãe diz que já denunciou o caso na Delegacia da Mulher de Kobrassol, em São José (SC), e pede mais visibilidade para que a Justiça seja feita.

A tag #JustiçaPorLauraOrlandi passou a ser usada por internautas após a repercussão do perfil nas redes sociais. 

Primeira publicação

No primeiro vídeo publicado no Instagram, a criança aparece não querendo ir com o pai. Tatiana explica em legenda: “Observe como a criança não quer ir para os braços do pai, ela o rejeita, como fuga tenta ir para os braços da mãe, grita e chora desesperadamente por ela, enquanto Monica, madrasta da criança, bate palmas ao fundo com soar sarcástico e maldoso”.

A mãe conta que a gravidez da criança não foi desejada por Cristiano Orlandi, pai de Laura. “Esse pai queria que a mãe abortasse quando soube da gravidez, porque era casado com outra pessoa que trabalhava no tribunal e estava preocupado com sua reputação por causa do relacionamento extraconjugal que mantinha, mas a mãe não concordou e preferiu lutar sozinha pela filha. Como confiar nesse pai agora com a filha de três anos sob sua guarda e presença da madrasta?”, questiona.

“Até o momento, o pai usa de sua influência profissional para manipular os processos jurídicos e a própria guarda da filha, afastando horrivelmente a mesma da mãe. Entre tantos casos que aconteceram como Isabela Nardoni e Bernardo, NÃO QUEREMOS QUE ACONTEÇA O MESMO COM A LAURA’, a mãe declara no post.

 A reportagem tentou contato com o pai de Laura, Cristiano Orlandi, mas ainda não obteve resposta.

*Estagiária sob a supervisão de Andreia Castro

Football news:

Griezmann spoke with Hamilton and visited the Mercedes boxes at the Spanish Grand Prix
Barcelona feels that Neymar used it. He said that he wanted to return, but extended his contract with PSG (RAC1)
Aubameyang to the Arsenal fans: We wanted to give you something good. I am sorry that we could not
Atletico did not lose at the Camp Nou. Busquets' injury is the turning point of the match (and the championship race?)
Verratti injured his knee ligaments in PSG training. Participation in the Euro is still in question
Neymar's contract in one picture. Mbappe wants the same one
Manchester United would like to sign Bellingham in the summer, not Sancho. Borussia do not intend to sell Jude