logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

Escritora do Sultanato de Omã vence prêmio Man Booker International

Escritora do Sultanato de Omã vence prêmio Man Booker International

A escritora Jokha Alharthi (E) e sua tradutora Marilyn Booth posam após vencer o Man Booker International Prize, em Londres, em 21 de maio de 2019 - AFP

A escritora Jokha Alharthido, do Sultanato de Omã, ganhou nesta terça-feira o prêmio literário Man Booker International em Londres, que premia uma obra traduzida para o inglês, por “Celestial Bodies” (Corpos Celestes, em tradução livre), um romance classificado como “sutil”, “lírico” e ” profundo” pelo júri.

Pela primeira vez desde sua criação em 2005, o Man Booker International premia uma autora do Golfo Pérsico. Ela é também a primeira romancista do Sultanato a ser traduzida para o inglês.

Para a presidente do juri, Bettany Hughes, “o livro conquista espíritos e corações ao mesmo tempo”.

“‘Corpos Celestes’ menciona as forças que nos pressionam e aquelas que nos libertam”, acrescentou, elogiando uma tradução “precisa e lírica”.

Em seu romance, Jokha Alharthi, de 40 anos, conta a lenta evolução da sociedade de seu país após a era colonial através do amor e da tristeza de três irmãs, que habitam a aldeia de al-Awafi.

All rights and copyright belongs to author:
Themes
ICO