Brazil

Hoje, 21h, Gustavo Infante lança seu álbum de estreia

Jornal GGN – O cantor, violonista e compositor Gustavo Infante, apresenta Ser, álbum de estreia em que apresenta uma sonoridade incomum criada a partir de seu violão e de sua voz, com  samplers de Sérgio Machado (PLIM). E para marcar o lançamento, o artista estará acompanhado de Sérgio Machado e contará também com a participação especial do guitarrista Lello Bezerra, no dia 30 de outubro, às 21 horas, em live transmitida pelo facebook do VilaMundo https://www.facebook.com/vilamundo .

O disco, produzido por Sérgio Machado (Plim) conta com as participações especiais  de Juçara Marçal (voz), Guilherme Held (violão) e Lívia Carolina (percussão). O projeto é um lançamento do Coletivo Selo Disgrama (@disgramaofficial) no qual Gustavo Infante colabora conjuntamente com Sergio Machado, Lello Bezerra, Everton Santos, Violence e Bebé Salvego.

A temática das canções dialoga com mitos e arquétipos – orixás e santos, e os arranjos se conectam livremente com a diversidade musical do Brasil. O repertório é composto pelas canções Comedor de Caracóis, Rio Mãe, Canto, Casa Branca, Ser, Navegantes, Entre Mundos, Caramujo, Etéreo e  Vórtex. Todas as composições são somente de Gustavo, exceto Ser, feita em parceria com Guilherme Held e Etéreo com Pedro Lumbriga.

O projeto SER foi realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e ProAc.

Mestre em Música pela UNICAMP, Gustavo Infante atua como violonista, compositor e cantor do seu trabalho autoral. Em 2016, lançou de forma independente o EP Transe, ao lado da percussionista Lívia Carolina. Foi violonista do Quitento ColoQuial e com o grupo, participou do festival Mendoza en Bossa, na Argentina. Em maio de 2013, o grupo lançou o disco Mergulho. Tem parceria com a artista Letícia Rodrigues em trabalhos de dança com música ao vivo e no primeiro semestre de 2019, circularam com o espetáculo “0 (Zero)”.

Compositor, improvisador, cientista sonoro e artista educador. Artista multigênero, Lello Bezerra se relaciona com os sons de forma tátil e pesquisa mais particularmente o processamento da rítmica brasileira. Ele cria novas linguagens e texturas com guitarras preparadas e processadas por geradores de sub grave, grave e alta frequência, loops em reverse, micro modular e outras máquinas conectadas a caixas ativas e amplificadores de guitarra. Atualmente, a forma mais aprimorada desse trabalho contemporâneo encontra-se no seu primeiro disco solo, Desde Até Então (Disgrama/YB).

Para conhecer, acesse:

Ser

Rio Mãe

Casa Branca

Link do disco no Youtube

https://www.youtube.com/playlist

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Football news:

Guardiola reached the Champions League play-offs for the 12th time out of 12. This is a record among coaches
Joseph Blatter: God called Maradona home
The streets of Naples and Buenos Aires are very sad. This day is a tragedy for millions
Manchester City reached the 1/8 final of the Champions League
The world says goodbye to Maradona. Even the English forgot about the Hand of God and recognized the greatness of the legend
Mourinho bought the Hamon Region for 500 pounds. He promised this if the defender does not beat Mahrez
River paid tribute to Maradona. Diego played for the club's superclasico Rivals