Brazil

Livro de fotografia registra cotidiano de terreiros de candomblé

Foi dentro do terreiro de candomblé que o baiano Iuri Marc, 33 anos, se descobriu fotógrafo. O contraste da pele negra com a roupa branca chamou sua atenção, assim como as cores dos rituais presentes naquele universo religioso e afetivo. O resultado da observação atenta está no livro AWO – Luzes e Sombra de uma Religião em Trânsito, que será lançado nesta quarta-feira (3), em formato digital, na Amazon. 

  “A poesia desses espaços, a pele dentro desses espaços me encanta, toda a história. É uma forma de pensar em como podemos contribuir e falar sobre nós”, explica Iuri. As imagens captadas por ele mostram o cotidiano de dois terreiros: o Ilê Axé Ewê, localizado na Fazenda Grande do Retiro, e o Asé Ojisé Olodumare, que fica na vila de Barra do Pojuca, em Camaçari. 

  No primeiro, o fotógrafo fez registros “mais artísticos e coloridos, com texturas, poesia e afeto”, explica. No segundo, conseguiu um pouco mais de liberdade para fotografar a liturgia do candomblé, incluindo o início do xirê, da celebração dos orixás. A cozinha ritualística também está entre os registros, assim como a preparação do vestuário e do espaço de culto aos orixás. 

  “Todo momento dentro do candomblé é íntimo, é uma religião de afeto. Então é preciso muito respeito, acima de tudo. Você não pode ultrapassar o limite, porque você é um visitante. Fomos sempre muito bem recebidos e todo o trabalho fotográfico foi permitido”, conta Iuri. “Todo esse projeto só foi possível com a autorização dos orixás. Foi um fluxo muito lindo”, agradece. 

  A obra de 68 páginas traria não só a realidade dos terreiros baianos, mas também da Itália, onde Iuri chegou a morar por um ano e conheceu a antropóloga Marianna Soffiantino, que assina o texto de apresentação do livro. Com a pandemia da covid-19, o fotógrafo adiou o registro dos terreiros de Milão e Roma, onde foi acolhido, e essas imagens farão parte de um segundo volume, ainda sem data de lançamento. 

  Nas imagens que serão lançadas, ora em preto e branco, ora coloridas, o público encontra cenas cotidianas e momentos privados registrados por “um jovem fotógrafo que soube tornar-se invisível”, destaca Marianna. No texto de abertura do livro, a antropóloga ressalta que “não é fácil relatar no contexto das religiões iniciáticas”. “É preciso flexibilidade, disponibilidade”, diz. 

  Iuri concorda que foi um desafio, mas agradece pela experiência de registrar uma realidade cultural que admira. “O livro é uma contribuição minha à cultura afro-brasileira e os textos dão um suporte. Foi um trabalho que quis muito fazer e que me doei em todos os momentos. A importância dele está em preservar o que é nosso e nos fazer sentir. É como nos aproximasse desse ‘Awo’, dessa ‘pele’”, traduz. 

Serviço
O quê: Lançamento do livro AWO – Luzes e Sombra de uma Religião em Trânsito (68 páginas | R$ 24,90)
Quando: Quarta-feira (3)
Onde: Amazon

Football news:

Gasperini before the game with Juve: Ronaldo is a real phenomenon, but it would be better if Dybala missed a week or two
Barcelona estimates Dembele at 50 million euros. Juve may lower the price by including Rabiot in the deal
Flick announced his retirement from Bayern Munich at the end of the season. He is expected to take charge of the German national team
Thomas Tuchel: Chelsea are in the semi-finals of the FA Cup and the Champions League, and also want to get into the top 4 of the Premier League. There are crucial matches ahead
The city is turning into a technological monster: they invited an astrophysicist-tactician, cooperate with IT manufacturers and Google
Rostov midfielder Gigovic was sent off for two yellow cards in the match with Loko
Musiala made his first double for Bayern