logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

PF apura tentativa de obstruir investigação do Caso Marielle

Mais uma operação foi deflagrada nesta quinta-feira (21) para cumprir oito mandados de busca e apreensão relacionados às mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Segundo a Polícia Federal, o objetivo é apurar uma tentativa de obstruir a investigação do crime.

Medidas foram autorizadas pela Justiça Estadual após serem submetidas ao Ministério Público do Rio de Janeiro.

Milícias
No dia 22 de janeiro, uma outra operação prendeu suspeitos de envolvimento nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Goems. Chamada de Os Intocáveis, a operação foi realizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro. 

Cerca de 140 policiais participam da ação. Foram expedidos pela Justiça 13 mandados de prisão preventiva contra a organização criminosa. A operação está sendo realizada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), com o apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.

O objetivo da operação é atacar a milícia que explora o ramo imobiliário em Rio das Pedras. De acordo com o jornal O Globo, há indícios de que dois dos alvos de prisão comandem o Escritório do Crime, braço armado da organização, especializado em assassinatos por encomenda.

A denúncia do MP aponta a milícia de Rio das Pedras como a responsável pela extorsão de moradores e comerciantes da região com cobranças ilegais de taxas referentes a "serviços" prestados. 

Themes
ICO