logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

Policial militar é morto a tiros em Entre Rios

Um policial militar foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (12) em Entre Rios, município a 128 km de Salvador. O soldado Victor dos Reis Pereira, 33 anos, estava de moto a caminho do trabalho, na cidade de Cardeal da Silva, quando foi surpreendido por quatro homens que estava a bordo de um carro.

De acordo com informações do Major Ivan, comandante da 56ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Entre Rios), Victor estava transitando por um trecho da BA-400, que pertence a Entre Rios, quando os homens avançaram com o veículo modelo Golf de cor vermelha em sua direção. Após surpreender o PM, os suspeitos efetuaram os disparos e fugiram do local. O policial não resistiu aos ferimentos e morreu antes mesmo de receber atendimento médico.

O crime aconteceu no bairro de Cidade Nova, localidade afastada do centro comercial de Entre Rios, às margens da via que liga o município a Cardeal da Silva. Segundo testemunhas que estavam em um lava-jato próximo ao local do crime, o PM não teve tempo de reagir e foi pego de costas pelos homens.

Ainda de acordo com o major Ivan, Victor tinha um comportamento considerado tranquilo e não havia comentado com os colegas de trabalho que estava recebendo ameaças. A Secretaria da Segurança Pública (SSP), informou que o crime pode ter ligação com o histórico do irmão de Victor, que está preso cumprindo pena por homicídio.

Segundo o major, o irmão do PM, há aproximadamente seis anos, matou a namorada. Para ele, não pode ser descartada a hipótese de que o homicídio teria relação com a morte da cunhada do policial. “Não podemos descartar, mas a família de Victor era muito tranquila e queria a Justiça pelo estado”, comentou. 

A SSP-BA informou ainda que o Departamento de Polícia do Interior (Depin) investiga o caso. A SSP disse que dará todo o apoio à família do soldado que deixou um filho de seis anos. 

Themes
ICO