Brazil
An article was changed on the original website

Rondonopolitana é decapitada por causa de rivalidade entre facções

O corpo da rondonopolitana Lailla Cristine de Arruda, 19 anos, foi encontrado em um canavial, na zona rural de Sonora – MS, na sexta-feira (1). Após a morte da jovem que foi decapitada, a Polícia Civil identificou e prendeu quatro suspeitos que seriam membros de uma facção criminosa de Mato Grosso do Sul.

A jovem era natural de Rondonópolis – MT, mas estava morando em Sonora, onde trabalhava como garota de programa. Depois da morte, a Polícia descobriu que Lailla estava sofrendo ameaças, pois ela estaria transitando entre duas facções criminosas.

A tia da jovem foi até a Delegacia para registrar o desaparecimento de Lailla. A polícia então iniciou as buscas e no dia seguinte localizou o corpo. Na investigação, a Polícia descobriu que a última vez que Lailla foi vista teria sido na quinta-feira (31) quando ela entrou em um Gol de cor preta. Ao entrar no veículo, a jovem não sabia que estava indo para um canavial onde seria assassinada.

Ela desceu do carro, ficou de joelhos e teve as mãos amarradas para trás com uma fita vermelha, neste momento os criminosos gravaram um vídeo e fizeram Lailla repetir o que diziam para ameaçar os membros da outra facção. Depois disso, o adolescente de 17 anos desferiu vários golpes de facão em seu pescoço até decapitá-la.

Nesse mesmo dia, policiais viram quando um Gol com essas mesmas características trafegava por uma estrada próximo a um canavial. A Polícia chegou a perguntar o que os quatro faziam pelo local, e eles disseram que estavam tomando banho no rio Confusão e acabaram sendo liberados.

Rodrigo França, 21 anos, estava dirigindo o carro e Alexandro Silva dos Santos, 24 anos e dois adolescentes de 15 e 17 anos estavam como passageiros.

De posse das informações da morte de Lailla e o local onde o corpo foi encontrado, logo a Polícia chegou até os quatro suspeitos que foram vistos próximos do local do crime. Os quatro foram detidos em flagrante ainda na sexta-feira pela Polícia Civil de Sonora. Tanto Rodrigo quanto Alexandro acusaram os dois adolescentes como sendo autores do crime. Após os menores serem apreendidos, eles confessaram a prática do homicídio e contaram com riqueza de detalhes como foi a ação.

Em depoimento a Polícia, os acusados admitiram que o motivo do crime foi a rivalidade das facções criminosas (entre facções de MT e MS), já que Lailla tinha contato com membros as duas facções e estaria levando e trazendo informações.

Os adolescentes contaram que esconderam o facão no canavial, mas os policiais não encontraram. Os envolvidos serão indiciado por homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima).

Football news:

Alaves Garitano dismissed after five defeats in a row. The club is in 15th place in La Liga
Mane scores 20+ goals for Liverpool for the 3rd consecutive season
If you whistle one violation, whistle another. VAR rules football! Athletic midfielder Dani Garcia on the match with Real Madrid
Lautaro did not score a penalty in the match against Bologna
CEO of the banner of Labor about a player who was hit by lightning: he was put in an artificial coma. Most likely, it will be taken out in the evening
Real goes into the gap under the talk of refereeing. In similar moments, Madrid were given a penalty, but Athletic were not
Sergio Ramos: I would Play tennis if I wanted personal recognition. It is very nice to win with the team