logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

Seleção masculina de basquete bate a Argentina em amistoso

Em sua preparação para a disputa do Mundial da China, a seleção brasileira masculina de basquete derrotou nesta quinta-feira (15) a Argentina por 89 a 82 (51 a 45 no primeiro tempo), em Lyon, na França, em um torneio amistoso que conta também com as participações dos donos da casa e de Montenegro.

Essa foi a terceira vitória em três jogos desde o início dos treinamentos no último dia 8 - antes, ainda no Brasil, bateu o Uruguai por duas vezes, em Anápolis (GO) e em Belém.

Nesta sexta-feira (16), a equipe comandada pelo técnico croata Aleksandar Petrovic jogará contra a França, a partir das 15h30 (de Brasília).

No sábado (17), às 13h, a participação no torneio amistoso em Lyon será encerrada com o duelo contra Montenegro, que será o terceiro adversário da seleção na primeira fase do Mundial, no dia 5 de setembro. Antes, os rivais serão a Nova Zelândia e a Grécia.

O cestinha da partida na França foi o argentino Nicolas Laprovittola com 18 pontos, enquanto que pelo Brasil os maiores pontuadores foram Vitor Benite e Leandrinho, com 15 e 14 pontos, respectivamente.

O torneio amistoso em Lyon é preparatório para a disputa do Mundial, entre 31 deste mês e 15 de setembro, que vai distribuir sete vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. O continente americano tem direito a duas vagas e, por isso, para se garantir logo na competição japonesa, o Brasil precisar terminar entre os dois melhores das Américas.

A estreia brasileira na disputa chinesa será no dia 1.º de setembro contra a Nova Zelândia. Os dois melhores de cada grupo avançam para a segunda fase. Caso não consiga a vaga olímpica no Mundial, a seleção terá de ficar entre os 24 melhores do torneio na China para ter o direito de disputar o Pré-Olímpico em 2020, que ainda não tem data e local definidos.

Em quadra, o Brasil começou jogando com uma mescla da experiência de Marcelinho Huertas e Anderson Varejão, com a juventude de Didi e Bruno Cabloco. A mistura deu certo nos primeiros minutos com a seleção abrindo cinco pontos de vantagem.

Com o início da rotação de jogadores e um bom aproveitamento argentino nos chutes de três, o duelo ficou equilibrado com a alternância no placar. Ao final do primeiro tempo, vitória brasileira por 51 a 45.

A segunda etapa começou com o mesmo panorama. O Brasil abria vantagem, que chegou a ser de seis pontos, mas a Argentina logo se recuperava e até conseguia passar na frente.

Assim foi até a metade do quarto e decisivo período, quando os brasileiros dominaram as ações com a presença de cinco jogadores mais experientes em quadra - Leandrinho, Alex, Anderson Varejão, Marquinhos e Marcelinho Huertas - e conseguiram a vitória.

All rights and copyright belongs to author:
Themes
ICO