logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

Taison comenta caso de racismo na Ucrânia: 'Jamais irei me calar'

Depois de ser vítima de racismo durante uma partida na Ucrânia, o brasileiro Taison usou o Instagram para comentar o caso e afirmar que jamais irá se calar diante de situações do tipo. Na partida entre Shakhtar Donetsk e o Dínamo de Kiev neste domingo (10), em Metalist, Taison foi ofendido pela torcida visitante. Ele mostrou o dedo do meio em resposta e foi expulso. O jogador deixou o campo chorando.

E foi justamente uma foto do gesto que levou à expulsão que Taison postou no Instagram. "Amo minha raça, luto pela cor, o que quer que eu faça é por nós, por amor.." Jamais irei me calar diante de um ato tão desumano e desprezível ! Minhas lágrimas foram de indignação, de repúdio e de impotência, impotência por não poder fazer nada naquele momento ! Mas somos ensinados desde muito cedo a sermos fortes e a lutar ! Lutar pelos nossos direitos e por igualdade ! O meu papel é lutar, bater no peito, erguer a cabeça e seguir lutando sempre! Em uma sociedade racista, não basta não ser racista, precisamos ser antirracista! O futebol precisa de mais respeito, o mundo precisa de mais respeito! Obrigada a todos pelas mensagens de apoi ! Seguimos a luta ... Net rasizmu", escreveu.

No post do jogador, vários colegas de profissão deixaram o apoio. "Orgulho de ser negro meu mano", escreveu Douglas Costa, da Juventus. Bernard, do Everton, criticou a Ucrânia. "Infelizmente aí é um país muito atrasado quando se diz a esse respeito irmão, mas cabeça pra frente, nunca deixe de lutar e de fazer o que você sabe e muito bem, que é jogar futebol. Te amo". Fernandinho, do Manchester City, foi outro a apoiar o amigo. "Tamo junto mano. Ignorantes tem em todos os lugares. Fica firme e forte mano. 
Nos vemos em breve aqui em Manchester!!!", escreveu.

O próprio Shakhtar deixou uma mensagem de apoio, assim como Internacional, clube onde Taison jogou no Brasil."Estamos contigo! Força, @taisonfreda7#ChegaDePreconceito", postou o clube gaúcho.

Themes
ICO