Portugal

Carla Bolito no mundo absurdo do capitalismo global

Num ambiente de empresa que se confunde com a casa, Exercícios para Joelhos Fortes põe as suas personagens a testar até onde a subserviência e a humilhação podem ir no local de trabalho. Estreia no Teatro da Politécnica, seguindo depois para Torres Vedras e Viana do Castelo.

Alípio Padilha

Carla Bolito ainda está na troika. A malfadada tríade que impôs uma severa austeridade a países como Portugal ou Grécia na década passada, enchendo o papo depois com os juros decorrentes dos empréstimos assistencialistas prestados a países nas lonas, não lhe abandonou o espírito depois da chamada “saída limpa” portuguesa em 2014. E foi nos escombros da crise financeira que continuou a chafurdar quando, em 2018, decidiu criar o espectáculo A Arte da Fome, a partir de Um Artista da Fome e outros contos de Kafka centrados na vida de artistas. Foi, diz, a sua “reacção à troika” quando já conseguia respirar e a programação dos teatros lhe permitiu apresentar, por fim, o espectáculo que queria pôr em cena. E foi nesse mesmo ano que participou no Eurodram — European Network for Drama in Translation —, acolhido no Teatro Taborda e dedicado à nova dramaturgia grega. Calhou participar no grupo que apresentou uma leitura de Exercícios para Joelhos Fortes, de Andreas Flourakis, e logo se convenceu de que teria de levar aquele texto para palco.

Email marketing por

E-goi

Football news:

And to show what a donkey kick is in football? 50 Years ago in England they scored the best goal of the season
Sulscher on Ferguson's words about Ronaldo: We all want to see Cristiano on the pitch because of his uniqueness. But he can't play in every match
Pep on the requirement to stay on top: People judge me not by trophies, but by what will happen tomorrow
Joan Laporta: The Super League is alive, it will replace the Champions League. Juve, Real Madrid and Barcelona continue to win in the courts
Karim Benzema: Clasico remains the best match in football. It doesn't matter which players are playing
In favor of PSG, after the VAR, they awarded a penalty for playing with their hand. Perhaps Icardi had fouled before
Arsenal defender White: I don't watch football. All I want when I come home is not to think about him