Portugal

Edward Snowden: "As pessoas ainda são impotentes, mas estão conscientes"

Edward Snowden afirmou que não tem quaisquer arrependimentos relativamente à divulgação de ficheiros da NSA, precisamente há cinco anos, e congratulou-se pelo impacto que esta teve nos governos, nos serviços de inteligência e empresas do ramo da internet.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, um dos jornais a quem Snowden revelou as informações confidenciais, o ex-funcionário da NSA reiterou que o impacto das suas revelações mudou o mundo para melhor e recusa a ideia de que nada tenha mudado.

“As pessoas dizem que nada mudou, que ainda há vigilância em massa. Não é assim que se mede a mudança. Se olharmos para antes de 2013 e para o que aconteceu entretanto, tudo mudou”, disse Snowden.

Recordando o dia 4 de junho de 2013, quando se encontrou com os jornalistas Glenn Greenwald e Laura Poitras, Snowden contou como, quando acordou, as suas revelações estavam a passar em todas as televisões. Nesse momento, contou, soube que a sua vida tinha mudado para sempre. “Foi assustador mas libertador. Houve uma sensação de finalidade. Não havia voltar a dar”.

Para o ex-funcionário da NSA, o mais importante foi o despertador das pessoas. “O governo e o setor corporativo aproveitavam-se da nossa ignorância. Mas agora já sabemos. As pessoas estão atentas. As pessoas ainda estão impotentes para os parar, mas estão conscientes. As revelações tornaram a luta mais equilibrada”, disse Snowden.

O informático garantiu ainda que não sente qualquer arrependimento. “Se eu quisesse estar seguro, não teria deixado o Hawai [onde trabalhou para a NSA]”.

Edward Snowden está exilado em Moscovo e é considerado um dos homens mais procurados do mundo. As suas revelações, em 2013, demonstraram a existência de uma série de programas secretos da NSA e de outras empresas para ter acesso, ilegalmente, a informações confidenciais dos cidadãos.

Por ter divulgado essas informações confidenciais, Snowden é procurado pelas autoridades de vários países, em particular os Estados Unidos e o Reino Unido.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Ole Gunnar Solskjaer: I Think it was a penalty against Aston Villa
Philadelphia played in t-shirts with the names of black people who died at the hands of the police
Kompany tries everything at Anderlecht: he coached without a license (terrible), played 15 matches and invested 3 million euros in the club
Aston Villa coach on Manchester United penalty: A shameful decision
Paul Pogba: Winning the Europa League and the FA Cup are two of Manchester United's goals for this season
Manchester United's first ever Premier League win 4 consecutive games with a difference at least 3 goals
Brunu has scored 7 (4+3) points in his last 3 games for Manchester United