Portugal

Falhas e desorganização deixam eleitores irritados no momento de votar

Filas longas com mesas de voto vazias. Valeu a persistência dos eleitores, que não desistiram.
"Hoje demora mais um bocadinho a votar”, constatou , António Costa, após exercer o direito de voto.

Não foi propriamente “um bocadinho”, como disse o primeiro-ministro, mas, em muitos casos, um bocadão. As regras sanitárias para uma votação em segurança explicam, em parte, a demora de todos aqueles que este domingo se dirigiram às urnas, mas só em parte.

Houve alguma desorganização e desorientação, com relatos de norte a sul do País de situações que não foram devidamente acauteladas, provocando filas a perder de vista, como o atraso na abertura de mesas de voto em diversos locais, resultante da descarga de votos antecipados. Mas o que mais irritou muitos eleitores foi o facto de haver uma fila única para várias secções. Resultado, havia mesas vazias a aguardar a chegada de eleitores, que esperavam no meio das filas sem o saberem.

Exatamente o mesmo que tinha sucedido a semana passada, aquando do voto antecipado. Ou seja, pouco ou nada se aprendeu, só que agora multiplicou-se o problema pelo País inteiro. Apesar do esforço de alguns voluntários em acelerar o processo, anunciando em voz alta que era possível aceder a esta ou àquela mesa, era manifesta a falta de preparação para agilizar o ato.

Valeu a persistência daqueles que quiseram cumprir o dever cívico, no respeito pelas regras impostas pela pandemia, ainda que a situação tenha provocado, aqui e além, um ou outro ajuntamento, tão inevitável quanto compreensível.

Valeu também o São Pedro, que se associou à festa da democracia em boa parte do território nacional, permitindo que muitos eleitores tenham saído de casa para votar e desfrutar do bom tempo que se fez sentir, carregando baterias.

Era dia de alívio das restrições e os portugueses não perderam a oportunidade de aproveitar a brecha.

António Costa ‘encurta’ eleições Presidenciais


"Não é todos os dias que temos o privilégio de escolher o Presidente da República", começa por dizer o primeiro-ministro após exercer o seu direito de voto, para acrescentar de seguida que só "de quatro em quatro anos" os portugueses podem votar para escolher o chefe de Estado.

Acontece que as eleições Presidenciais ocorrem a cada cinco anos. Uma gafe do líder do Governo. As eleições Legislativas, tal como as eleições Autárquicas, é que se realizam de quatro em quatro anos. Já as eleições para o Parlamento Europeu decorrem, tal como as Presidenciais, de cinco em cinco anos.

Pormenores


Sampaio não fala
O antigo Presidente da República Jorge Sampaio votou na Escola Básica Marquesa de Alorna, em Lisboa. O antigo chefe de Estado, que exerceu o cargo entre 1996 e 2006, saiu sem prestar declarações aos jornalistas .

Elogios de Rio


O presidente do PSD, Rui Rio, votou na Escola Bom Sucesso, no Porto, com elogios à forma como o processo eleitoral foi aqui organizado. "Não é por haver eleições hoje que se vai multiplicar o vírus", disse.

Albuquerque queria adiar


O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, voltou a defender que as Presidenciais deviam ter sido adiadas, em virtude da crise pandémica. Uma questão de "bom senso", considerou.
Ver comentários

Football news:

Andrea Pirlo: The young Juve players didn't understand the importance of the details. I asked Ronaldo and Alex to talk to them, but it was not enough
Verona coach: We only gave Juve one chance to score, and it's not easy when they have Chiesa and Ronaldo
Ronaldo has 47 goals in the last 47 games in Serie A
Thomas Tuchel: Chelsea are in good shape and want to be the first to beat Manchester United on their own field in the Premier League
Conte on the Inter: When you don't win for 10 years, you get used to it, you look for excuses. I increased the pressure and became a pain in the ass
Ronaldo has 4 goals in the last 4 matches in Serie A. He is ahead of Lukaku by 2 goals in the list of scorers
On Saturday, the City store was worth 400 million pounds. It was Guardiola who left Sterling, Bernard, Rhodri and other stars in reserve