logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Governo madeirense abre inquérito a morte de criança de oito anos que tinha tido alta do hospital do Funchal

HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

Menina apresentava febre alta e desmaios no sábado, mas foi medicada e encaminhada para casa. Viria a falecer no domingo, na triagem do Hospital do Funchal

O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) abriu esta segunda-feira um inquérito à morte de uma criança de oito anos, na sala de triagem do Serviço de Urgência Pediátrica do Hospital Dr. Nélio Mendonça, na tarde deste domingo.

A notícia foi confirmada pelo secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, ao "Diário de Notícias da Madeira". O responsável não confirmou mais nenhum detalhe sobre as circunstâncias em que a criança morreu.

Para já, apenas se sabe que, de acordo com o que foi relatado pelo mesmo jornal, a menina de oito anos já teria sido assistida no sábado, no serviço de urgência pediátrica, com febre alta e desmaios. Foi medicada e foi-lhe dada alta.

Como o quadro clínico não melhorou, este domingo a família recorreu à unidade de saúde mais próxima da residência, o Centro de Saúde de Machico, que transferiu a criança para o Hospital do Funchal. Seria aí, na sala de triagem, que viria a falecer.

Contactado pelo Expresso, o SESARAM remeteu mais informações para um comunicado que será divulgado em breve.

O caso apresenta semelhanças com o ocorrido em dezembro, em Almada. Uma menina de 12 anos morreu depois de ter tido alta nas urgências da clínica privada CUF da cidade.

Themes
ICO