logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Nevoeiro pára barcos no Seixal

Uma manhã de denso nevoeiro associado à baixa-mar no Estuário do Tejo transformou-se numa verdadeira dor de cabeça para as centenas de utentes da ligação fluvial entre o Seixal e o Cais do Sodré, em Lisboa.

Entre as 7h00 e as  9h20 desta segunda-feira as ligações foram suspensas perante os mestres das embarcações terem uma capacidade de manobra bastante reduzida.

O canal navegável oferece sérias limitações devido a ter uma distância de cerca de 50 metros entre o cais e o banco de areia.

A falta de um sistema de balizagem no referido banco de areia impede o serviço de transporte perante nevoeiro cerrado, segundo apurou o correio da manhã.

A colocação das bóias de sinalização está programada, contudo não há ainda uma data conhecida para a concretização da medida. 

A falta de visibilidade levou os mestres dos catamarãs a optarem pela não realização da ligação fluvial.

A suspensão temporária do serviço de transporte devido ao nevoeiro foi confirmada pela administração da Transtejo aos utentes num aviso.

Recorde-se que a 25 de janeiro de 2017 em resultado do nevoeiro cerrado um catamarã proveniente do Barreiro embateu violentamente contra o cais do Terreiro do Paço, em Lisboa.

No acidente de há dois anos ficaram feridas 34 pessoas, sendo que 23 foram hospitalizadas.

Themes
ICO