Portugal

Supremo obriga governo indiano a fornecer mais oxigénio a hospitais

Por decisão do Supremo Tribunal, o executivo liderado por Narendra Modi concordou hoje em aumentar a distribuição diária de oxigénio de 490 para 730 toneladas, mas negou lentidão na distribuição de equipamentos médicos essenciais doados por outros países, adianta a Associated Press (AP).

A maior instância judicial do país interveio depois da morte de 12 pacientes, um dos quais um médico, que tinham contraído covid-19 no Hospital Batra de Nova Deli e que ficou sem oxigénio médico durante 80 minutos.

Na noite de quarta-feira, outras 11 pessoas morreram quando a pressão no oxigénio utilizado nos doentes internados e que estavam a utilizar os ventiladores baixou repentinamente, por causa de um problema com uma das válvulas, explicitou o The Times of India.

O número de infeções diárias na Índia ultrapassou na quarta-feira os 400.000 pela segunda vez, desde o início da já apelidada "vaga devastadora".

O total de contágios do país desde o início da pandemia situa-se agora em mais de 21 milhões.

Com mais 3.980 mortes nas últimas 24 horas, a Índia já contabilizou 230.168 óbitos desde que o SARS-CoV-2 se espalhou pelo país.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.244.598 mortos no mundo, resultantes de mais de 155,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram  16.988 pessoas dos 838.475 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: OMS. Atraso na entrega de vacinas da Índia arrisca nova vaga em África

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Smertin recalls Euro 2004: he almost fought in the joints, defended against the young Cristiano and understood the excitement of the Bridge
Gareth Southgate: We shouldn't be football snobs. In matches with top teams, diversity is important
Leonid Slutsky: I am still sure that the Finnish national team is the outsider of our group. They were very lucky against Denmark
I'm not a racist! Arnautovic apologized for insulting the players of the national team of North Macedonia
Gary Lineker: Mbappe is a world-class star, he will replace Ronaldo, but not Messi. Leo does things that others are not capable of
The Spanish fan has been going to the matches of the national team since 1979. He came to the Euro with the famous drum (he could have lost it during the lockdown)
Ronaldo removed the sponsored Coca-Cola at a press conference. Cristiano is strongly against sugar - does not even advertise it