Portugal

Ucranianos em Portugal pedem posição politica ao Governo sobre manobras da Rússia

A comunidade ucraniana em Portugal manifestou esta terça-feira uma preocupação crescente com o aumento da presença militar da Rússia na fronteira com a Ucrânia e pediu uma tomada de posição política ao Governo português.

Diversas associações e comunidades de ucranianos em Portugal divulgaram esta terça-feira uma carta aberta, endereçada ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, onde é pedida uma "posição politica de Portugal" sobre o "aumento das forças ofensivas russas na fronteira com a Ucrânia".

E defendem ainda "sanções adicionais que contribuirão para desocupação da Ucrânia pela Rússia".

"A comunidade ucraniana em Portugal está mais uma vez preocupada com as notícias da Ucrânia e vive em constante tensão que a qualquer momento a Federação Russa possa começar uma invasão em grande escala contra a Ucrânia, onde cada um de nós tem familiares e amigos", pode ler-se na carta a que a agência Lusa teve acesso.

Recordando que muitos membros desta comunidade são já cidadãos portugueses, na carta é manifestada a preocupação com o futuro de Portugal, da Europa e com a possível não integração da Ucrânia "na família europeia".

"Por isso quando a Rússia mais uma vez ameaça a Ucrânia por causa da sua escolha pró-europeia, recorremos aos governos europeus para ajudar a Ucrânia a se defender contra a agressão de um país que tem um enorme armamento nuclear", assinalam.

A comunidade ucraniana portuguesa destaca ainda que os russos não estão interessados "na existência de uma Ucrânia independente, como já os titulares de altos cargos políticos russos o disseram abertamente".

E consideram que sete anos após a anexação da Crimeia e o início da "agressão russa", os líderes políticos da Rússia "não estão interessados em construir relações pacíficas com a Ucrânia".

A carta é assinada pela Associação dos ucranianos em Portugal, Associação da Juventude Ucraniana em Portugal, Associação «Pirâmide das palavras», Associação dos Ucranianos do Algarve, Centro educativo e cultural luso-ucraniano «Escola Tarás Shevtchenko», Associação «Fonte Mundo», Associação dos Ucranianos em Portugal «Sobor», Associação «Movimento Cristão dos Ucranianos em Portugal», Associação «Êxito das tendências», Associação Solidaria Anjos de Misericórdia e Associação Cultural de Solidariedade e Apoio - Coração Bondoso.

Ucrânia e Rússia têm-se acusado mutuamente por responsabilidade direta no aumento da intensidade do conflito e o Kremlin já admitiu que reforçou o contingente militar ao longo da fronteira entre os dois países, provocando reações de preocupação por parte da União Europeia e dos Estados Unidos.

O Kremlin argumenta que a Rússia tem todo o direito de deslocar tropas para qualquer zona do seu território, e tem acusado repetidamente os militares ucranianos de "ações provocatórias" ao longo da linha de controlo no leste e planos para retomar pela força as regiões controladas pelos rebeldes pró-russos.

A Ucrânia, que tem agitado a perspetiva de um eventual ataque militar do seu vizinho, acusou a Rússia de ter concentrado mais de 80.000 soldados perto da fronteira leste e da Crimeia, anexada por Moscovo em 2014 após o triunfo da rebelião "pró-ocidental" em Kiev.

O confronto armado entre as forças ucranianas e rebeldes apoiados pela Rússia no leste da Ucrânia já custou a vida de cerca de 14.000 pessoas, em sete anos, de acordo com a ONU.

Football news:

Griezmann spoke with Hamilton and visited the Mercedes boxes at the Spanish Grand Prix
Barcelona feels that Neymar used it. He said that he wanted to return, but extended his contract with PSG (RAC1)
Aubameyang to the Arsenal fans: We wanted to give you something good. I am sorry that we could not
Atletico did not lose at the Camp Nou. Busquets' injury is the turning point of the match (and the championship race?)
Verratti injured his knee ligaments in PSG training. Participation in the Euro is still in question
Neymar's contract in one picture. Mbappe wants the same one
Manchester United would like to sign Bellingham in the summer, not Sancho. Borussia do not intend to sell Jude