Paraguay
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Difusão Vermelha da Interpol tem dois santa-helenenses ente os procurados. Do Paraná são nove, veja quem

Dos 79 brasileiros procurados pela Justiça Brasileira que estão na Difusão Vermelha da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), nove são paranaenses. Veja nomes abaixo.

Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), a Difusão Vermelha da Interpol é uma ferramenta de cooperação policial internacional que ajuda a localizar pessoas procuradas pela Justiça para fins de extradição.

A lista incluía, por exemplo, o nome do empresário Paulo Cupertino, preso em São Paulo na segunda-feira (16), quase três anos após matar o ator Rafael Miguel e os pais do jovem. Outro criminoso de repercussão nacional que integrou a lista foi o traficante Cabeça Branca – considerado o homem mais procurado pela Polícia Federal por anos.

Apesar de divulgar os motivos pelos quais os foragidos são procurados, a Difusão Vermelha não detalha onde os crimes foram cometidos, quando ou contra quem.

A Interpol também não divulga quando os nomes passaram a integrar a lista. De acordo com o site da organização, os dados da plataforma são atualizados a cada hora.

Paranaenses procurados

Até esta quarta-feira (18), a Difusão Vermelha divulgava publicamente o nome de nove paranaenses na lista: oito homens e uma mulher. Todos são procurados pela Justiça Brasileira.

Confira, abaixo, os nomes, fotos, e por quais crimes são procurados.

Moacir José Machado, 40 anos – (Santa Helena) – Crimes pelos quais é procurado: contrabando, organização criminosa, corrupção menor e trabalho escravo.

Hernandes Oliveira da Silva, 40 anos – (Santa Helena) – Crime pelo qual é procurado: assassinato.

Anito Jungklaus, 58 anos – (Marechal Cândido Rondon) – Crime pelo qual é procurado: homicídio.

Edenir Benitez, 71 anos – (Foz Do Iguaçu) – Crime pelo qual é procurado: assassinato.

Edilson Santos da Silva, 44 anos – (Foz Do Iguaçu) – Crimes pelos quais é procurado: tráfico internacional de drogas e associação criminosa.

Olívio Flor, 48 anos – (Capitão Leônidas Marques) – Crimes pelos quais é procurado: assassinato, tortura e ocultação de cadáveres.

José Dias Anacleto, 54 anos – (Capitão Leônidas Marques) – Crime pelo qual é procurado: sequestro de vulnerável.

Rosirene Vieira, 46 anos – (Campo Mourão) – Crimes pelo qual é procurada: tráfico internacional de drogas.

Julio Roberto Marafon, 61 anos – (Cornélio Procópio) – Crime pelo qual é procurado: homicídio qualificado.

Formação da lista

Segundo o MP-PR, para um brasileiro ser incluído na Red Notice, como a lista é chamada internacionalmente, um pedido deve ser apresentado ao Poder Judiciário pela Promotoria de Justiça.

Se a solicitação for aceita, o pedido é encaminhado à Polícia Federal, que faz a solicitação de inclusão à Interpol.

Informações

De acordo com a Interpol, pessoas que possuem informações sobre as pessoas procuradas devem entrar em contato com as autoridades policiais locais, ou seja, Polícia Civil ou Polícia Militar.

No Paraná, para a Polícia Civil, é possível fazer denúncias anônimas por meio do número 181.

Fonte: G1/PR Curitiba