Paraguay

‘Lua Azul’: o raro evento cósmico que poderá ser visto neste 31 de outubro (e não se repetirá até 2023)

Ela não é realmente azul. É uma lua cheia, como qualquer outra, da cor que a maioria das luas cheias são vistas: cinza claro, branco leitoso ou prateado.https://00011d6420717fdbb169833d25834037.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O que torna estranho esse fenômeno, que o folclore batizou de “Lua Azul”, é que ela é a segunda lua cheia em um único mês, quando o normal é termos apenas uma.

O ciclo lunar, período em que ocorrem todas as fases da Lua, se repete a cada 29,5 dias ou mais.

Para que a “Lua Azul” ocorra são necessárias duas coincidências: a primeira lua cheia precisa ocorrer no primeiro ou segundo dia do mês, e este mês precisa ter 31 dias. Assim, é provável que apareça uma segunda lua cheia.

O mês de fevereiro, que tem 28 dias, por exemplo, nunca verá uma “Lua Azul”.

lua em Washington
A Lua Azul apareceu dessa forma em Washington, nos Estados Unidos, em 2015

Quando é a ‘Lua Azul’ de 2020?

A Lua Azul é um fenômeno incomum que ocorre apenas a cada 2,5 anos.

A última vez que isso aconteceu foi em 31 de março de 2018.

Neste ano, ela aparecerá no céu na noite de 31 de outubro a 1 de novembro, quando muitos países celebram o Halloween. No México, o dia marca o começo do festival do Dia dos Mortos.

Já houve uma lua cheia no dia 1º de outubro e, no final do mês, poderemos ver a segunda.

Abóbora de Halloween
Neste ano a Lua Azul coincide com o Halloween.

Por que Lua Azul?

Como a Nasa explica em seu site, o termo Lua Azul surgiu na década de 1940.https://00011d6420717fdbb169833d25834037.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Na época, o Maine Farmer’s Almanac (uma publicação anual que desde 1818 traz previsões sobre eventos ligados a clima nos EUA e Canadá) oferecia uma definição da Lua Azul tão complicada que muitos astrônomos tinham dificuldade em entendê-la.

Para explicar as luas azuis em linguagem simples, a revista Sky & Telescope publicou um artigo em 1946 intitulado ‘Uma vez em uma lua azul’. O autor, James Hugh Pruett (1886-1955), citou o almanaque do Maine de 1937 e disse: “A segunda (Lua Cheia) em um mês, como eu interpreto, é chamada de Lua Azul.”

E assim nasceu a moderna Lua Azul. Ela inspirou livros, filmes e músicas como Blue Moon, composta em 1934 por Richard Rogers e Lorenz Hart, gravada por inúmeros artistas como Elvis Presley, Frank Sinatra, Dean Martin, Billie Holliday e Billy Eckstine.

O vulcão Krakatoa
O vulcão Krakatoa, na Indonésia, expeliu cinzas novamente em 11 de abril de 2020

Luas e vulcões

Embora a Lua Azul não pareça ser azul, existem luas dessa cor.

Mas elas só podem parecer azuis após uma erupção vulcânica.

Em 1883, após o terremoto do vulcão Krakatoa, na Indonésia, as pessoas diziam que em quase todas as noites era possível ver luas azuis.

Com a força da erupção, semelhante a uma bomba nuclear de 100 megatons, nuvens de cinzas subiram ao topo da atmosfera terrestre e suas partículas fizeram a lua parecer azul.

Também houve relatos de luas azuis no México em 1983, após a erupção do vulcão El Chichón, e no Estado de Washington em 1980, após a erupção do Monte Santa Helena.

Football news:

Holand on substitutions: maybe Favre wants me to score more. More often and faster until replaced
Egypt's al-Ahly won the African Champions League for the 9th time, defeating Zamalek in the final in the Cairo Derby
Tottenham's Vinicius is the Europa League player of the week. He scored 2+1 in the match against Ludogorets
Ex-President of Barca Laporta will take part in the new elections
Antonio Cabrini: Maradona would still be alive if he played for Juventus. The love of Naples was strong but unhealthy
Ferguson on Rashford's charity: Fiction for a young man. He should give me some advice
A Preston player who twice touched an opponent's genitals was disqualified for 3 matches for aggressive behavior