Sao Tome
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Primeiro-ministro diz que foram os ex-Búfalos que assaltaram o quartel

Na primeira declaração à imprensa após o ataque ao quartel do exército na última noite, o Primeiro Ministro Patrice Trovoada, disse que foram os elementos do ex-batalhão búfalo que invadiram o quartel.

«Temos um grupo de 4 elementos ligados ao famoso e triste grupo dos búfalos que entraram dentro do quartel enquanto outro grupo cujo número desconhecemos de momento, estava fora. Tudo indica que a entrada deste grupo de 4 elementos, era para procurar mais armamento enquanto o outro grupo estava em carrinhas à espera do armento fora do quartel», declarou.

Segundo Patrice Trovoada, com muito profissionalismo as forças armadas conseguiram neutralizar a operação de assalto ao quartel do exército, tendo detido os 4 elementos que invadiram a principal base militar do país.

«O quartel foi atacado. O quartel defendeu-se e as forças ramadas têm a obrigação de esclarecer se há outras ramificações no seio das forças armadas ou não», referiu Patrice Trovoada.

O Chefe do Governo, considera que a operação das forças armadas só pode ficar concluída quando for neutralizado, o grupo de homens armados que estava nos arredores do quartel.

«O que precisamos é fazer com que aqueles elementos que estavam fora do quartel e que tiveram troca de fogo com as forças armadas, sejam detidos. São indivíduos que foram ao confronto com as forças armadas com armas de guerra. E cabe as forças armadas estabilizarem esta situação», precisou.

Patrice Trovoada garantiu que «a situação no quartel está controlada».

O assalto ao quartel do exército, não provocou qualquer vítima mortal. «Não houve nenhum morto… Apenas um ferido, trata-se do tenente Marcelo que foi ferido …Mas a sua vida não corre perigo», pontuou o Primeiro Ministro.

Note-se que é a segunda vez que os são-tomenses que integraram o extinto batalhão Búfalo da África do Sul, assaltam o quartel de mouro. O primeiro assalto aconteceu no ano 2003. Assaltaram o quartel general e realizaram o golpe de Estado.

Abel Veiga