Brazil

Após insultar a China, Bolsonaro recua e diz que país é importante

Jair Bolsonaro culpou a imprensa “tentar um atrito” entre o Brasil e a China, durante entrevista concedida em aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após atacar a China em evento no Palácio do Planalto, afirmando que o país asiático promoveu uma "guerra bacteriológica" com o novo coronavírus, nesta quarta-feira, 5, Jair Bolsonaro culpou a imprensa “tentar um atrito” entre o Brasil e o país, durante entrevista concedida em aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Ele ainda recuou e afirmou que a China é um parceiro comercial importante.

"Eu não falei a palavra China hoje de manhã. Eu sei o que é guerra bacteriológica, guerra nuclear. Vocês da imprensa sabem onde nasceu o vírus. Muita maldade tentar aí um atrito com um país que é muito importante para nós", afirmou Bolsonaro. 

Bolsonaro esteve no Galeão para receber pessoalmente o ex-motorista Robson Oliveira, preso na Rússia por cerca de dois anos, acusado de tráfico de drogas.

Mais cedo, Bolsonaro afirmou a Covid-19 “é um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou nasceu porque um ser humano ingeriu um animal inadequado. Mas está aí”.

“Os militares sabem que é guerra química, bacteriológica e radiológica. Será que não estamos enfrentando uma nova guerra? Qual o país que mais cresceu seu PIB? Não vou dizer para vocês”, ressaltou.

Deputado pede interdição de Bolsonaro após declaração contra a China

O deputado federal Fausto Pinato (PP), cujo partido compõe a base do governo federal no Congresso, pediu a interdição de Jair Bolsonaro após este novamente atacar a China durante evento realizado no Palácio do Planalto nesta quarta-feira, 5.

Bolsonaro insinuou que o novo coronavírus teria sido criado pela China em laboratório para uso em uma “guerra química”. “É um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou nasceu porque um ser humano ingeriu um animal inadequado. Mas está aí. Os militares sabem que é guerra química, bacteriológica e radiológica. Será que não estamos enfrentando uma nova guerra? Qual o país que mais cresceu seu PIB? Não vou dizer para vocês”, disse.

Em nota, Pinato afirma estar “preocupado sobre um possível desvio de personalidade da maior autoridade do Brasil”. “A meu ver, não se trata de uma pessoa irresponsável, desequilibrada e sem noção de mundo. Na verdade, pode tratar-se de uma grave doença mental que faz nosso presidente confundir realidade com ficção”, destaca o deputado.

“Penso que estamos diante de um caso em que recomenda-se a interdição civil para tratamento médico”, conclui.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Football news:

David Alaba: Everyone saw Italy play. But I believe that everything is possible in football
Spain is just awful. They only pass from side to side. Van der Vaart about Euro 2020
Dembele may miss 3 months due to a knee injury. The midfielder can be operated on
Austria coach Foda: Italy haven't lost in ages, but maybe the time will come when they will lose again
Baumgartner on Austria's playoff exit: I still can't figure it out, my head hurts a lot. But we made history
Kroos on the conversation with Ronaldo after the Euro game: I asked him how he was doing in Italy. I was happy to see you
Zinchenko on the defeat by Austria: The game in the first half was unacceptable. I don't know what to say