Esportes

Colchoneros pressionam, têm gol anulado, saem atrás, mas vencem com dois tentos no final. Título será decidido no próximo fim de semana

Atlético vira com gol de Suárez no fim e entra na última rodada na ponta do Espanhol

mas venceu o Osasuna (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)


Haja coração! Quando o título parecia perdido, o Atlético de Madrid ressurgiu das cinzas, virou com gols no final e derrotou o Osasuna, por 2 a 1, na tarde deste domingo, em partida válida pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Espanhol. Os gols do time da capital foram marcados por Renan Lodi e João Félix, enquanto Budimir abriu o placar par os visitantes.

Com o resultado, o Atlético segue na ponta da La Liga, com 83 pontos. Na cola, aparece o Real Madrid, que venceu o Bilbao fora de casa por 1 a 0 e tem 81. Em caso de empate de pontos na última rodada, o título ficará com o Real, que levou a melhor no critério de desempate (confronto direto).

No próximo domingo, o Atleti visita o Valladolid, que luta para não cair, enquanto o Real recebe o Villarreal, que briga por uma vaga na Liga Europa.

Confira a tabela do Campeonato Espanhol

Foi um verdadeiro massacre do Atlético de Madrid na primeira etapa. O clube da casa foi para o intervalo com 72% de posse de bola e 16 finalizações. O volante Saúl, um dos maiores ídolos do clube, levou perigo duas vezes: de cabeça e de fora da área, viu a bola passar muito perto da trave. Carrasco, Koke, Ángel Correa e, claro, Luis Suárez, também tiveram grandes oportunidades.

Gol anulado, novo balde de água fria, mas Atlético segue vivo
Na etapa complementar, o mesmo cenário: pressão do Atlético. Aos 14, Trippier cobrou falta, Savic marcou de cabeça, mas o VAR interveio e anulou o gol. Os colchoneros conseguiram ampliar ainda mais a posse de bola e chegaram a ter incríveis 80%, mas quem marcou foi o Osasuna. Aos 30, Rubén García cruzou, Budimir cabeceou, Oblak defendeu, mas a bola entrou por pouco. O lance foi para o VAR, que confirmou o gol.

Quando tudo parecia perdido, o Atlético mostrou poder de reação e empatou, aos 37: o português João Félix deu belo passe por cima para o brasileiro Renan Lodi, que não desperdiçou: 1 a 1. Nos acréscimos, o uruguaio Suárez recebeu de Carrasco e fez um dos gols que podem ser mais importantes da história do clube.

+ Final da Champions muda de lugar e terá torcida: veja como anda a liberação de público pelo mundo

E MAIS:

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade