Brazil

Brasil tem 363 novos óbitos pela Covid-19 e total é de 136.895 desde março

Atualização deste domingo (20) traz mais 16.389 pessoas contaminadas, sendo que o total é de 4.544.629 casos

Segundo a última atualização do Ministério da Saúde, mais 363 pessoas morreram por causa da Covid-19 no Brasil neste domingo (20). Com isso, o total de óbitos chega a 136.895 desde 27 de março.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 65,1. A incidência dos casos de Covid-19 por 100 mil habitantes é de 2.162,6. As informações são do Ministério da Saúde e estão disponíveis na internet.

De acordo com a atualização de dados feita às 18h, 16.389 pessoas tiveram confirmadas novas contaminações hoje. O balanço totaliza 4.544.629 casos de contaminação pelo novo coronavírus Segundo o Ministério, 3.851.227 de pessoas recuperaram a saúde depois da infecção – cerca de 85% dos casos.

A região Sudeste registra um total de 1,581 milhão de casos de infecção pela Covid-19, seguida pela região Nordeste com 1,272 milhão de casos. No Norte do país, somam 600,8 mil casos. No Sul, 545,2 mil. E no Centro-Oeste, mais de 544 mil casos.

O Estado de São Paulo é o mais populoso e o com maior número de contaminações. Desde o início da pandemia no Brasil, a região registra 935.300. Nesse período, 33.952 mortes ocorreram no Estado por causa da Covid-19.

Football news:

Referee Oliver is appointed for the Bayern - Atletico match in the Champions League. He worked on the game Everton - Liverpool
Ex-judge Halsey: I'm surprised Pickford didn't get a red card. He put van Dijk's health at risk
Ander Herrera: I didn't feel love from Manchester United. The management and I had different views
Pique is ready to take a pay cut at Barca
Eto'o accused France Football of disrespect: I spent 1-2 seasons on the right, and the center forward was 25 years old
Barcelona are concerned about the shape of the Target. The club believes that he did not work enough on vacation
Laporte was supported by van Dyck: Sorry, bro. No joy, even though we are rivals