Brazil

BTG Pactual compra Necton Investimentos por R$ 348 milhões

André Perfeito, economista-chefe da Necton Investimentos, comprada pelo BTG Pactual - (crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press - 14/12/16)

André Perfeito, economista-chefe da Necton Investimentos, comprada pelo BTG Pactual - (crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press - 14/12/16)

O BTG Pactual comprou 100% da Necton Investimentos, por R$ 348 milhões, conforme comunicado divulgado nesta segunda-feira (26/10). A Necton tem mais de 40 mil clientes e R$ 16,1 bilhões em ativos sob custódia.

“Esta aquisição faz parte da estratégia de expansão do BTG PActual no segmento de varejo de investimentos. A intenção do Banco é manter a marca e operação independentes. A conclusão e fechamento da operação estão sujeitos à verificação de determinadas condições precedentes, incluindo a obtenção de todas as aprovações regulatórias necessárias, inclusive do Banco Central do Brasil”, informou o comunicado do BTG.

O movimento mostra a consolidação do mercado para o investidor de varejo no Brasil. O país está no piso histórica das taxas de juros básicos e isso tirou a atratividade da renda fixa, o que levou o investidor a buscar rentabilidade em outros produtos, sobretudo no mercado de capitais. Além disso, a digitalização simplificou os processos e abriu as ferramentas de investimento.

De olho no crescimento deste nicho de mercado, o BTG criou o BTG Digital, operação para o investidor de varejo, que tinha R$ 120 bilhões em ativos em agosto, antes da aquisição da Necton, o que vem reforçar o segmento de varejo do banco. O total sob gestão do BTG Pactual supera a casa de R$ 500 bilhões.

Há um mês, o banco anunciou o lançamento do BTG+, um banco digital de varejo com serviço completo para pessoas físicas; e o BTG+ Business, dedicado à oferta de produtos e serviços para pequenas e médias empresas (PMEs). O objetivo é oferecer um serviço completo para o cliente, de modo que ele faça uso recorrente e diversificado dos produtos do banco.

A Necton, cujo economista-chefe é André Perfeito, nasceu há dois anos da fusão de duas corretoras tradicionais, a Spinelli e a Concórdia. Entre os principais acionistas estão Nelson Spinelli, que emprestava o sobrenome à antiga casa, e Luiz Fernando Furlan, ex-ministro do Desenvolvimento, da família que era dona da Concórdia e da Sadia, hoje parte da BRF Outros sócios da Necton são o CEO, Marcos Maluf, e o diretor de Distribuição, Rafael Giovani.

Football news:

Juve want to buy Morata from Atletico in the summer. Pirlo considers him an ideal partner for Ronaldo
Inter will not sack Conte regardless of results in the Champions League. The club wants a long-term project
Zidane on Hazard: He hasn't been injured in his entire career, but now... It's a difficult situation, but Eden is very strong
Robertson about VAR: We just want consistency. The same mistakes are made
In the USSR, only football was hotly debated. In 1947, writer Steinbeck and war photographer Capa traveled around the Union and went to a match in Georgia
Joan Laporta: Barcelona and the Champions League are a shattered success story. I want to return the club to the top of world football
Cavani apologized for the word Negrito on instagram: I am against racism. The last thing I wanted to offend anyone