logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

Conselho vai apurar conduta de psicólogo preso por suspeita de abusar de pacientes

O Conselho Regional de Psicologia da 3ª Região (CRP 03 - Bahia) afirmou nesta sexta-feira (18) que “repudia e condena práticas psicológicas que não se pautam em parâmetros adequados e éticos da profissão”.

O órgão se posicionou após o psicólogo e pastor George Hilton Brito Pereira, que possui registro junto ao órgão estadual, ter sido preso na quarta-feira (16), acusado por três mulheres de assédio sexual.

As vítimas, que têm entre 19 e 20 anos, denunciaram o profissional na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Teixeira de Freitas, onde aconteceu a prisão. De acordo com depoimento das jovens, o assédio acontecia no consultório de George.

Segundo a polícia, o acusado alegava às mulheres que as práticas sexuais faziam parte do tratamento psicológico. O homem também é pastor da Igreja Batista Shalom Missionária, que fica em Alcobaça, a 68 quilômetros de Teixeira de Freitas.

Por meio de nota, o CRP 03 afirmou que “defende o zelo com a Psicologia, o respeito às pessoas e atuação dentro dos princípios éticos e da ciência”. No mesmo documento, o órgão declarou que foi instaurado um procedimento administrativo disciplinar para analisar as práticas de George e as medidas cabíveis ao caso.

O CRP 03 aproveitou para destacar que “repudia também práticas de racismo, machismo, abuso sexual, violência contra mulher, lgbtfobia e etc”. George está custodiado e à disposição da Justiça.

*Com orientação do chefe de reportagem Jorge Gauthier

Themes
ICO