Brazil

Mídia corporativa está tentando domesticar o bolsonarismo. Por Luís Felipe Miguel

O Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta populares no Palácio da Alvorada

PUBLICADO NO FACEBOOK DO AUTOR

POR LUIS FELIPE MIGUEL

Quando o PT começou a se tornar um partido relevante, em meados dos anos 1980, o jornalismo tratou de incentivá-lo à acomodação com a ordem.

Os petistas eram divididos em dois grupos – “PT light” e “PT xiita”.

O PT light recebia elogios por sua moderação e responsabilidade. Era até aceito como interlocutor coadjuvante no debate público.

O PT xiita era tratado como folclórico, ultrapassado e irrelevante. Só aparecia no noticiário como alvo de chacota.

Não sei estimar o peso da contribuição da mídia, mas o fato é que o petismo dito xiita foi desaparecendo e o PT se tornou um partido formado basicamente por 50 tons de light.

Há algo semelhante, na superfície, no tratamento que é dado ao bolsonarismo. Há um setor que é folclorizado e outro que é levado a sério.

Leio no noticiário, por exemplo, que o provável novo ministro da Educação está sendo bombardeado pela “ala ideológica”´do governo.

Há, portanto, uma “ala ideológica”, que é má. E uma ala “não-ideológica” que, por antítese, deve ser boa.

O fato de que Feder é um privatista radical, com ódio à educação pública, não o faz ser considerado ideológico. Como Guedes, aliás – que a imprensa trata como exemplo máximo da “não-ideologia” no bolsonarismo.

Como a ideologia é a deturpação da realidade (uma curiosa apropriação da versão mais rasa do conceito no marxismo), quem não é ideológico é realista.

O que ocorre, portanto, é o endosso à cartilha ultraliberal, apresentada não como uma opção, ideológica e interessada, mas como uma imposição da realidade dos fatos.

A equivalência com o tratamento dado antes ao PT é apenas superficial porque, suspeito, o objetivo é diverso.

No caso do PT, tratava-se de domesticar o partido, minimizando seus elementos mais radicais ou principistas.

Agora, a pedagogia é dirigida ao público, que deve ser convencido que o problema do bolsonarismo reside apenas nos olavetes e outros alucinados – e não nas violentas políticas de destruição dos direitos e do Estado social levadas a cabo com zelo por Guedes e seu grupo.

Football news:

In Romania, a special champion: everything was decided in the match, the format of which was chosen 3 hours before the whistle
Danny rose: I was stopped by the police last week: is This a stolen car? Where did you get it?. And this happens regularly
Barcelona refused to sell for 60 million euros Trinca u, bought from Braga for 31 million. The club count on him
Chelsea will compete with Everton for Regilon. Real Madrid is ready to sell him
Espanyol asked La Liga to cancel the flight. The Catalans have been in the relegation zone since the fifth round
Inter have not yet decided on Conte's future. Everything will be decided after the Europa League
Haji resigned as Viitorul's coach