Petrobras prevê retomada de oferta de ‘bunker’ em Rio Grande no fim de semana

Edifício-sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (RJ)

16/04/21 - 15h57 - Atualizado em 16/04/21 - 16h09

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Petrobras prevê retomar o abastecimento de combustível marítimo (“bunker”) no porto de Rio Grande (RS) no final de semana, disse a empresa nesta sexta-feira, após suspender as operações temporariamente desde a tarde de quinta-feira.

A empresa suspendeu de forma preventiva a oferta de combustível marítimo no porto gaúcho, importante exportador de produtos agrícolas, como soja, após identificar riscos de que o produto em seus tanques estaria fora de especificação, informou a Petrobras à Reuters após ser consultada.

A suspensão da oferta de combustível não chega a afetar as operações de embarque e desembarque em Rio Grande, mas pode obrigar algum navio a abastecer em outro porto, no caminho para o seu destino, disse a agência marítima AMRG.

Segundo a agência, em geral, os navios têm combustível para fazer uma viagem mais longa do que o programado, por precaução, mas possivelmente terão de abastecer em algum outro porto, como na África do Sul, se a rota for mais longa, como aquelas embarcações que transportam soja para a China.

Há cerca de 20 navios programados no “line-up” para embarcar soja em Rio Grande, a maioria em abril, tendo a China como destino, segundo a agência marítima Cargonave.

(Por Marta Nogueira e Roberto Samora)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3F16K-BASEIMAGE

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade