logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Brazil

PT é o partido mais votado do Brasil na eleição de 2018

PT partido mais votado Brasil eleição de 2018 câmara senado

Embora tenha visto seu eleitorado encolher 14,5%, o PT foi o partido que mais recebeu votos nesta eleição, considerando todos os cargos disputados no Executivo e no Legislativo.

O PSL, partido de Jair Bolsonaro, teve crescimento de 3.785% e, sem estar antes entre os 15 primeiros partidos, chegou neste ano à segunda posição. O PSDB, líder de votos em 2014, sofreu redução de 52% e caiu para terceiro.

Considerando deputados, senadores, governadores e candidatos a presidente, o PSL foi escolhido 2,3 milhões de vezes em 2014. No domingo (7), esse número saltou para 90,1 milhões.

Antes no PSC, o capitão reformado se filiou ao PSL em março deste ano para se candidatar à Presidência.

Com o resultado das urnas, o atual partido de Bolsonaro terá a segunda maior bancada da Câmara a partir de 2019, ocupando 52 das 513 vagas, além de quatro senadores. Em 2014, o PSL elegera apenas um deputado federal e nenhum senador.

O partido de Bolsonaro só perdeu nas urnas para o PT, que foi votado 91 milhões de vezes. Porém, sucessivas denúncias e condenações erodiram o capital do partido de Fernando Haddad.

Na Câmara, a bancada do PT diminuiu de 69 para 56 deputados. No Senado, o número de petistas eleitos aumentou de dois para quatro.

Maior foi a derrocada da legenda mais escolhida em 2014 —o PSDB—, que viu seus 107,2 milhões de votos caírem a 50,9 milhões.

Por outro lado, o PDT de Ciro Gomes, visto como alternativa para a polarização PT x Bolsonaro, passou de 13,5 milhões para 31,8 milhões. Já o PSOL, alternativa no campo da esquerda, viu seus 7,9 milhões de votos saltarem para 13,3 milhões, apesar da votação menor do presidenciável Guilherme Boulos (0,6% contra os 1,6% de Luciana Genro em 2014).

Leia também:
“A maior corrupção da história da humanidade” é dinheiro de troco na escala mundial
Entrevista de José Dirceu à Folha ficará para a história
Fundador do PT, Paul Singer morre aos 86 anos
Bolsonaro, um animador de internet ou alguém que desperta preocupação?
O PT e seu maior algoz
Frei Betto critica aproximação do PT e de Dilma ao receituário tucano
O que se esconde por trás do ódio ao PT?
Lula foi o melhor presidente da história, diz Datafolha
O ódio político-eleitoral no Brasil pela ótica de Slavoj Zizek
Raízes do mensalão: nem 1998, 2004 ou 2005; conheça o pontapé inicial
Historiador da USP conta a história do Partido dos Trabalhadores em novo livro

Leonardo Diegues e Renan Marra, FolhaPress

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Themes
ICO