Brazil

Suspeitos de invadir mansão no Lago Sul teriam ocupado outras casas no DF

 (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press )

(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press )

O casal suspeito de invadir mansão no Lago Sul teria ocupado irregularmente outros imóveis no Distrito Federal. Ao menos, mais três situações, entre processos judiciais e investigações policiais, envolvem o nome de Rodrigo Damião da Silva por apropriação indevida de moradias na capital. Em uma delas, ele teria se passado por corretor de imóveis e vendido um apartamento no Edifício Via Bella, localizado na região de Taguatinga Sul. A vítima encontrou o anúncio de compra em uma página na internet.

A ocorrência foi registrada na 12ª Delegacia Policial (Taguatinga Centro), em março de 2019. De acordo com a boletim policial, Rodrigo Damião Rodrigues se apresentou como proprietário do imóvel e iniciou a negociação. Ele solicitou um adiantamento no valor de R$ 18 mil. A vítima depositou na conta de Cristiane Machado dos Santos, suspeita de também ocupar a mansão no Lago Sul. Outros R$ 72 mil foram transferidos na assinatura do contrato.

O restante do valor de compra foi financiado em 36 meses, com parcelas de R$ 1,1 mil que Rodrigo supostamente buscava pessoalmente. Em 20 de fevereiro de 2019, a moradora foi surpreendida com uma notificação de reintegração de posse.

Segundo a ocorrência, a verdadeira proprietária do imóvel reside no exterior e, aproveitando desta situação, o acusado negociou o apartamento. A vítima chegou a procurar Rodrigo Damião e questionar sobre esta situação. Porém, ele sempre respondia que o “documento registrado em cartório seria o de propriedade”. Em 4 de março de 2019, uma ação de despejo obrigou os moradores a voltarem para o aluguel.

Além desta situação, a dupla é acusada de ocupar outros dois imóveis irregularmente antes da mansão no Lago Sul. Um deles está localizado em Ceilândia, na QNN 27. A empresa proprietária entrou com ação na Justiça em 2015 para a reintegração de posse. A disputa judicial se arrasta pelos últimos cinco anos.

Rodrigo Damião também teve de pagar uma indenização para um proprietário de imóvel no Gama pela ocupação irregular no período de 12 de janeiro a 25 de agosto de 2017 após a reintegração de posse.

O Correio entrou em contato com Rodrigo Damião da Silva e Cristiane Machado dos Santos por telefone. Os dois atenderam as chamadas, mas a ligação foi interrompida depois da identificação da reportagem. Mensagens também foram encaminhadas, mas não houve retorna. O espaço continua aberto para manifestação.

Mansão no Lago Sul 

O casal é suspeito de ocupar a mansão no Lago Sul irregularmente desde janeiro deste ano. O herdeiro do imóvel tomou conhecimento do fato em junho depois de finalizar um longo tratamento de saúde fora de Brasília. Ao se deparar com a casa que seus pais lhe haviam deixado com outros moradores, ele registrou ocorrência policiou e entrou na Justiça para pedir a reintegração de posse do imóvel.

Football news:

Neymar is most often fouled in the top 5 leagues since the start of the season. Mane - in the top ten
Mbappe is wary of extending his contract with PSG without being able to leave the club
Lucescu says that it was he who first put Pirlo on the field in 1998. This is not quite true
Bruno on the penalty miss: I'm human, it happens. Next goal for sure
Neymar wants to extend his contract with PSG, but the club has not yet started negotiations. The player's entourage is upset about this
Referee Oliver is appointed for the Bayern - Atletico match in the Champions League. He worked on the game Everton - Liverpool
Ex-judge Halsey: I'm surprised Pickford didn't get a red card. He put van Dijk's health at risk