logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

China Three Gorges já ganhou €1049 milhões na EDP

Luís Barra

Estado chinês começou a vender ações da EDP, onde entrou em 2012

E ao fim de sete anos o casamento começou a dar os primeiros sinais de rutura. O Estado chinês desfez-se da posição de quase 5% que adquiriu na EDP através da CNIC, no que será mais um reconhecimento de que a ofensiva pelo controlo da elétrica portuguesa falhou. Resta a Pequim a posição de 23,27% que ainda confere à China Three Gorges (CTG) o estatuto de maior acionista da EDP. E que ao longo destes sete anos já garantiu à CTG dividendos de €1049 milhões.

Para entrar na EDP, a CTG pagou ao Estado português €2,55 mil milhões em 2012 (o preço oferecido foi de €2,7 mil milhões, mas a esse valor foi descontado o montante de dividendos relativos a 2011, recebidos pela Parpública e não pela CTG). De 2013 a 2016, a CTG recebeu um dividendo anual da EDP de €144,4 milhões. Em 2017, a subida dos dividendos em meio cêntimo por ação permitiu à CTG receber da EDP €148,3 milhões pelos seus 21,35%.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante

Themes
ICO