logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Critics Choice Awards rendem-se a Tarantino

Estes prémios distinguem anualmente os melhores filmes e séries de televisão, avaliados pela Critics Choice Association (CCA).

Os grandes vencedores da 25.ª edição dos Critics Choice Awards foram Quentin Tarantino e o seu 'Era uma vez... em Hollywood', distinguido também pelo melhor argumento original, pelo melhor ator secundário, Brad Pitt, e pelo melhor design de produção, a cargo de Barbara Ling e Nancy Haigh.

Os Critics Choice Awards confirmaram ainda os atores Joaquin Phoenix e Renée Zellweger para os Óscares, cujas nomeações são anunciadas hoje.

Phoenix foi considerado o melhor ator pela sua interpretação em "Joker", uma categoria em que estava nomeado o ator espanhol Antonio Banderas por 'Dor e glória', ao passo que Zellweger foi nomeada melhor atriz pelo seu papel em 'Judy'.

A estatueta de melhor filme de língua estrangeira foi para 'Parasitas', do sul-coreano Bong Joon-ho, que partilhou o prémio de melhor realização com Sam Mendes, cineasta por detrás de '1917'.

O prémio de melhor atriz secundária foi para Laura Dern, pela sua interpretação no filme 'Marriage Story'.

Na televisão, 'Sucessão' e 'Fleabag' ganharam como melhor drama e comédia, respetivamente.

Outros prémios de destaque foram o de melhor argumento adaptado para Greta Gerwig por 'Mulherzinhas', o de melhor fotografia para Roger Deakins no filme '1917', o de melhor filme de animação para 'Toy Story 4', e o de melhor filme de ação para 'Vingadores: Endgame'.

Themes
ICO