Portugal

FC Porto caiu pela sétima vez nos 'quartos', em nove presenças

Numa eliminatória disputada em Sevilha, culpa da pandemia da covid-19, um tento do suplente iraniano Taremi, aos 90+4 minutos, foi hoje insuficiente para os 'dragões' darem a volta ao 0-2 de quarta-feira, selado por Mount e Chilwell.

Desta forma, os 'dragões' não conseguiram repetir o que haviam conseguido face aos dinamarqueses do Brondby, em 1986/87, e aos franceses do Lyon, em 2003/2004, rumo, nas duas ocasiões, ao título europeu.

O Chelsea junta-se, assim, aos 'colossos' Bayern Munique (1990/91, 1999/2000 e 2014/15), Manchester United (1996/97 e 2008/09) e Liverpool (2018/19), as outras equipas que tinham feito o FC Porto falhar as meias-finais.

Na primeira presença da sua história nos 'quartos', o FC Porto não teve facilidades para seguir em frente, uma vez que, após o 1-0 caseiro face ao Brondby - com um golo de Rabah Madjer, aos 71 minutos -, esteve a perder na Dinamarca.

Um tento de Per Steffensen, aos 36 minutos, empatou a eliminatória, para, aos 74, Juary qualificar os portistas. O argelino e o brasileiro seriam, depois, determinantes na final de Viena, ao marcarem os dois golos face ao Bayern (2-1).

Quatro anos depois, os 'dragões', ainda comandados por Artur Jorge, voltaram aos 'quartos' e pareciam bem encaminhados para 'enganar' novamente os bávaros, ao empatarem 1-1 na Alemanha, onde Domingos Paciência 'anulou', aos 65 minutos, o tento inicial de Manfred Bender, aos 30.

No Estádio da Antas, no Porto, o Bayern, letal no contra-ataque, logrou, no entanto, a 'vingança', ao ganhar por 2-0, com um tento de Christian Ziege, aos 19 minutos, e um segundo na eliminatória de Bender, aos 67.

Em 1992/93 e 1993/94, os 'dragões' acabaram no 'top 8', mas, então, não havia quartos de final, a duas mãos, mas uma fase de grupos com dois grupos de quatro equipas. Na primeira edição, seguiu-se a final e, na segunda, as 'meias', às quais o FC Porto chegou, para cair fora face ao FC Barcelona (0-3).

A terceira aparição data, assim, de 1996/97, e o adversário foi o Manchester United, que resolveu a questão em Old Trafford, ao golear por 4-0, com tentos de David May, Cantona, Giggs e Andy Cole, para depois empatar a zero na Antas.

Três anos volvidos, o FC Porto voltou a chegar aos 'quartos' e apanhou novamente o Bayern. O confronto começou em Portugal, onde Mário Jardel adiantou os portistas, aos 47 minutos, antes do compatriota Paulo Sérgio 'gelar' as Antas, aos 80.

No Olímpico de Munique, Paulo Sérgio voltou a faturar, aos 15 minutos, tal como Jardel, que, em cima dos 90, fez o 1-1, que forçaria o prolongamento. Nos descontos, os bávaros conseguiram, no entanto, chegar ao 2-1, por Thomas Linke.

Depois de três eliminações consecutivas, o FC Porto enfrentou um adversário mais acessível nos 'quartos' de 2003/04 e levou a melhor, sentenciando, praticamente, o Lyon em casa (2-0), com tentos de Deco e Ricardo Carvalho.

Em França, Maniche resolveu, em definitivo, a eliminatória logo aos seis minutos e ainda 'bisou', aos 47, depois de Peguy Luyindula empatar. Aos 90, Giovane Elber selou o 2-2 final.

Com os 'gigantes' a cair como 'castelos de cartas', o FC Porto acabou, depois, por enfrentar o Deportivo, nas meias-finais, e o Mónaco, na final de Gelsenkirchen, e sagrou-se campeão europeu pela segunda vez.

Foi, então, preciso espera cinco anos por nova presença nos 'quartos', que aconteceu em 2008/09, com o 'velho conhecido' Manchester United, que o FC Porto 'empatou' (2-2) em Old Trafford, com tentos de Cristian Rodríguez e Mariano González, contra os de Wayne Rooney e Carlos Tevez.

A última palavra, no Dragão, foi, porém, de Cristiano Ronaldo, que, com um 'golão', logo aos seis minutos, que viria a valer um Prémio Puskas, apurou os 'red devils'.

Seis anos volvidos, em 2014/15, o 'cliente' foi, pela terceira vez, o Bayern e o FC Porto, com uma atuação soberba, ganhou em casa por 3-1, com dois golos de Ricardo Quaresma (três e 10 minutos, o primeiro de penálti) e um de Jackson Martínez (65), depois de Thiago Alcântara reduzir (28).

Mas, na Alemanha, 'só deu' Bayern, que goleou os portugueses por inapeláveis 6-1, incluindo dois do polaco Robert Lewandowski.

Há dois anos, o FC Porto voltou a chegar aos 'quartos' e não teve qualquer hipótese face ao Liverpool, que venceu por 2-0 em casa (Keita e Firmino) e por 4-1 no Dragão (Mané, Salah, Firmino e Van Dijk). De nada valeu o tento de Éder Militão.

Leia Também: Acabou o sonho. FC Porto vence Chelsea, mas está fora da Champions

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Man City will try to sign Rice if Fernandinho leaves in the summer
Mount joked about Kroos after reaching the Champions League final: Now Real Madrid will have to lose sleep because of us as a team
Barcelona are looking for a midfielder similar to Busquets. The club will try to exchange some of the current players
Milan can invite Sarri if the team does not qualify for the Champions League
They want to allow 25 thousand people to attend the Champions League final. Chelsea and City fans will receive 4 thousand tickets each
Michael Owen: Mount and Foden will be the best players in the world. Phil can be one of the best in the history of England
Zinedine Zidane: Hazard has to play, he has to get his confidence back. He has to rebuild the old version of himself