Portugal

Portugal-França foi o mais visto do Euro 2020 até agora

O jogo do Euro2020 entre Portugal e França foi o mais visto do campeonato europeu de futebol e desde a final do Euro2016 "que não havia um programa na televisão portuguesa com audiências tão elevadas", segundo a Universal McCann.

Portugal empatou na quarta-feira com a França, a duas bolas, na terceira jornada da fase de grupos do Euro2020, o qual foi transmitido pela RTP1, garantindo o terceiro lugar do grupo e a passagem à fase seguinte.

"O jogo, qual montanha-russa de emoções, foi visto por mais de 5,1 milhões de portugueses, a que correspondeu uma audiência média de 3,461 milhões de telespetadores e um 'share' de 69,3%", refere a análise da Universal McCann, agência de meios do grupo Mediabrands.

"Desde a final do Euro2016 que não havia um programa na televisão portuguesa com audiências tão elevadas", salienta.

Assim, "a transmissão deste jogo subiu automaticamente para a primeira posição dos mais vistos no Euro2020, num 'ranking' liderado pelos jogos de Portugal", refere a Universal McCann.

O jogo entre a Seleção Nacional portuguesa e a alemã foi o segundo mais visto do campeonato, com uma audiência média de 2,6 milhões, seguida da Hungria-Portugal, com 2,2 milhões.

"Se compararmos este último jogo da fase de grupos com os de competições anteriores, verifica-se que este reuniu mais telespetadores que nos campeonatos passados", prossegue a análise.

O jogo entre Portugal e França registou uma audiência média superior em mais 55% face ao Hungria-Portugal e em 10% 'versus' o Irão-Portugal.

"Estes resultados demonstram que quando existe uma passagem à fase seguinte em causa, os portugueses respondem à chamada e colam-se à televisão para visionar os jogos decisivos", acrescenta.

"Os jogos da Seleção Nacional dominam o 'ranking' de jogos mais vistos do Euro2020", sendo que, "em média, os três jogos da Seleção Nacional colaram à televisão 2,8 milhões telespetadores, superando assim a média dos jogos de Portugal na fase de grupos do Mundial 2018 e igualando as audiências durante a fase de grupos no Euro2016".

A fechar o 'top 5' dos mais vistos do Euro2020 está o empate a zeros entre Espanha e a Suécia e o jogo de abertura da competição que opôs a Itália à Turquia.

Por canais em sinal aberto, "a RTP1 alcançou o melhor resultado dos últimos anos, após ter registado um 'share' de 25,8%, mais 12,8 pontos percentuais face à última quarta-feira".

A RTP "já não observava um valor tão elevado desde o dia da final do Euro2016 (35,3%)", salienta a análise.

"Ainda durante o dia de ontem [quarta-feira], a SIC registou um 'share' de 17,3% e a TVI de 13,5%", refere.

Os canais de informação da SIC, TVI e RTP "também cresceram em 'share' de audiências, tendo durante o dia várias emissões especiais relativas ao Euro2020".

Relativamente ao jogo entre Portugal e a França, "o interesse dos portugueses pelo jogo revelou uma tendência crescente ao longo da sua emissão".

O primeiro golo de grande penalidade marcado por Cristiano Ronaldo "deu um ligeiro impulso às audiências que foram crescendo até ao árbitro Mateu Lahoz apitar para o intervalo", prossegue.

Na segunda parte da disputa, "foi também após o segundo golo de Cristiano Ronaldo que as audiências voltaram a registar uma ligeira subida, mantendo-se estáveis até perto do apito final, altura em que se registou o pico máximo de audiências".

No apito final, "mais de quatro milhões de portugueses estavam colados à RTP1 para verem os festejos de Portugal".

Os produtos de ficção nacional da SIC e TVI "também estiveram em evidência num 'ranking' onde os três canais generalistas dividiram os seus programas neste 'top', refere.

Football news:

Inter showed an away uniform with black and blue snakes
Tottenham traded Lamela to Seville for 20-year-old Gil
Griezmann agrees to a salary cut if he stays at Barca. He is ready to leave only for Atletico
Real Madrid and Manchester United will agree on Varane's transfer in the near future. The last details remain
Juve wants to extend the contract with Ronaldo and is confident of signing an agreement with Chiellini
John Terry has left the coaching staff of Aston Villa
Samuel Eto'o: It was Messi who played with me, not me with him