logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
o
q
y
Nothing found
ICO
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Toys R Us encerra lojas no Reino Unido e vai vender ou fechar as dos EUA

A empresa, que transferiu o controlo no Reino Unido para um administrador independente, depois de declarar insolvência no final de fevereiro (um procedimento legar e válido naquele país), anunciou hoje, de acordo com a agência EFE, que a decisão foi tomada depois de não encontrar um comprador antes da data limite estabelecida.

A filial da Toys R Us no Reino Unido conta encerrar 25 lojas até quinta-feira, ficando outras 75 abertas para vender restos de 'stock' a preços baixos.

Nos Estados Unidos, de acordo com o Wall Stret Journal, a empresa irá encerrar ou vender todas as 881 lojas, decisão que poderá afetar 33 mil trabalhadores.

A 19 de setembro, a Toys R Us apresentou um pedido de 'proteção de falência' no Tribunal de Falências do Distrito Leste da Virgínia (Estados Unidos).

A empresa avançou com um processo para reestruturar a sua rede comercial, que incluía fechar as instalações menos lucrativas e renovar o resto para melhorar a experiência de compra dos consumidores.

Nos Estados Unidos, quando uma empresa não consegue cumprir a sua dívida e pagar aos credores, pode apresentar uma petição de proteção de falência

A Toys R Us optou pela via segundo a qual a empresa mantém, na maioria dos casos, controlo sobre as suas operações, mas sob supervisão judicial.

Em setembro, a cadeia de brinquedos tinha cerca de 1.700 lojas em todo o mundo e, em 2016, gerou uma receita de 11.500 milhões (cerca de 9.590 milhões de euros).

A empresa foi criada em 1948 por Charles Lazarus, que aproveitou o 'baby boom' após a Segunda Guerra Mundial e abriu o seu primeiro estabelecimento em Washington, sob o nome de Children's Bargain Town.

Em 1957, adotou o nome Toys 'R' Us, com o qual entrou me Bolsa em 1978.

Em março de 2005, o consórcio formado pelas firmas Kohlberg Kravis Roberts, Bain Capital e Vornado Realty Trust chegou a um acordo para retirar a Toys 'R' Us do mercado e comprá-la por 6.600 milhões de dólares.

Em 2013, abandonou os planos para regressar ao mercado.

Desde então, manteve um alto endividamento, o que limitou sua capacidade de investir em planos de crescimento, incluindo o desenvolvimento do seu canal 'online'.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

us!