logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Vietto desata nó dado por Jorge Silas no Sporting

Dois golos apontados por Vietto desataram um nó que foi dado pelo próprio Jorge Silas e ditaram a vitória do Sporting frente ao Belenenses.

Silas atou a própria equipa ao apostar num sistema com três centrais (Neto, Coates e Ilori) e ao colocar uma dupla de trincos com Rodrigo Fernandes e Eduardo. O Sporting não conseguia pressionar, sair a jogar com bola ou construir. O ataque estava entregue a Vietto e Bolasie. Faltava uma referência na grande área.

Tudo era complicado e difícil para esta equipa. A circulação de bola era fraca e revelava as dificuldades sentidas pelos jogadores leoninos. O Belenenses chegou a Alvalade sem medo e fez questão de dar conta disso com Robinho (2’) e Licá (5’) a obrigarem o guarda-redes Renan a defesas difíceis.

Silas percebeu o erro, ou seja, o nó que tinha dado na equipa, e fez entrar Camacho para o lugar de Neto. Voltou ao tradicional 4x3x3, o sistema que a equipa está mais habituada a jogar. Neto saiu à passagem da meia hora com um ar carrancudo. Não gostou. Quem gostou foram os adeptos. O leão transfigurou-se. Primeiro foi Eduardo a obrigar André Moreira a defesa complicada, e depois foi o capitão Bruno Fernandes quem atirou uma bomba a rasar o poste.

Na segunda parte, a entrada de Doumbia trouxe profundidade à equipa. Sobressaiu Vietto. Primeiro (74’) com um pontapé de moinho a não dar hipóteses a André Moreira, após ressalto a remate de Luiz Phellype; depois aproveitou uma defesa incompleta do guarda-redes dos azuis e fez o 2-0. Um lance confirmado pelo VAR, pois não havia fora de jogo de Bolasie por... cinco centímetros. Vitória justa, mas exibição morna.

Silas: "Tivemos o mérito de mudar"


"Tivemos o mérito de mudar e dar a volta por cima", disse Silas, treinador do Sporting, na análise ao jogo. "Não subestimámos o adversário. São jogadores que me deram muito", acrescentou.
Themes
ICO