Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Angola faz da diplomacia instrumento para gerar negócios- PR

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, afirmou, esta quarta-feira, que Angola faz da diplomacia um instrumento fundamental para gerar negócios consistentes e capazes de mudar o status da sua economia, de olho na prosperidade e progresso do país.

Num post publicado na sua conta no Facebook, o Estadista angolano notou que num mundo cada vez mais interdependente é prudente buscar parcerias mutuamente vantajosas a quem acumula experiência, sensibilidade e meios tecnológicos que permitam a realização de investimentos capazes de proporcionar mais empregos e mais riqueza para as famílias.

“Daí que tenhamos também escolhido a Itália, um parceiro incontornável nesta era em que Angola faz da diplomacia um instrumento fundamental para gerar negócios “, exprimiu.

O Presidente João Lourenço está na desde terça-feira, dia 23, em Roma, capital da Itália, para uma visita de Estado de dois dias, a convite das autoridades daquele país europeu.

De acordo com a agenda de trabalho, o Presidente João Lourenço tem previsto, para o período da manhã desta quarta-feira, um encontro, no Palácio do Quirinale, com o homólogo da Itália, Sergio Mattarella.

No início da tarde, o Estadista angolano e a delegação que o acompanha participam de um almoço oferecido pelo presidente do Conselho de Ministros, Giorgia Meloni.

A meio da tarde, por volta das 16h00, João Lourenço deverá depositar uma coroa de flores no “Altar da Pátria”, monumento do soldado desconhecido, ao que se seguirá a um encontro com o líder do Senado, Ignacio La Russa.

No princípio da noite, o Estadista angolano vai à cámara dos deputados onde será recebido pelo presidente do Parlamento, Lorenzo Fontana.

Já para quinta-feira, último dia da visita, o Chefe de Estado angolano tem em agenda uma deslocação à Camara de Roma, onde deverá assinar o livro de honra da instituição.

No mesmo dia está previsto a participação de João Lourenço na abertura do fórum de negócios com empresários angolanos e italianos.

A visita de Estado à República Italiana insere-se no quadro da diplomacia económica com o qual o país vem atraindo mais investimentos externos, sendo que a Itália se encaixa como prioridade.

Os dois países formalizaram as relações diplomáticas e de cooperação a 4 de Junho de 1976 e no dia 3 Agosto de 1977 assinaram o Acordo de Cooperação Técnica, bem como o Memorando de Intenções através do qual foi criada a Comissão Mista Angola/Itália.

Ambos os Estados assinaram o primeiro instrumento jurídico denominado Acordo relativo aos Transportes Aéreos a 10 de Abril de 1976. AFL/VM