Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

CEEAC enaltece esforços de João Lourenço na resolução de conflitos

A Cimeira da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) reconheceu, este sábado, o papel do Presidente João Lourenço na prevenção e resolução de conflitos no contente.

O reconhecimento foi referido pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Téte António, no final da Reunião de Cúpula da CEEAC, que decorreu em Libreville, no Gabão, com a participação do Chefe de Estado angolano.

Téte António observou que a prevenção e resolução de conflitos no contente é fundamental para a uma verdadeira integração regional.

Segundo o chefe da diplomacia angolana, a Cimeira da CEEAC reconheceu os esforços que vêm sendo desenvolvidos pelo Presidente João Lourenço na prevenção e pacificação de conflitos no contente, em coordenação com comunidades regionais.

Força em Estado de Alerta

A Cimeira decidiu apoiar o desdobramento da Força em Estado de Alerta das brigadas regionais, com a organização de uma manobra militar marítima a realizar-se em 2025.

A propósito, o ministro Téte António observou que Angola, o Gabão e o Congo, países com mais capacidades em termos de Marinha de Guerra, terão a responsabilidade de fazer com que essa manobra marítimas venha ter os resultados que se esperam.

Conforme o ministro Téte António, as reformas em curso na CEEAC estão a produzir os efeitos que se esperavam, para quem o organismo voltou a ter voz entre as comunidades económicas regionais funcionais.

Notou que a CEEAC voltou a ser um interlocutor obrigatório para quem quer tratar de assuntos da África Central e está no bom caminho.

No âmbito das questões concernentes com a organização, sustentou que os mecanismos de defesa e prevenção de conflitos da região têm conhecido vários progressos.

A Cimeira reconheceu também a dinâmica da diplomacia angolana para apoiar o desdobramento da força da África do Leste, no Sudão, bem como a situação na RCA e o levantamento do embargo de armas naquele país.

Em relação ao financiamento da organização, o ministro disse que ficou decidido que a forma de contribuição irá prevalecer para fazer com que a organização tenha, cada vez mais, uma saúde financeira.

O evento passou ainda em revista a questão das candidaturas internacionais e, neste momento, para a região Central há a candidatura dos Camarões para presidente da Assembleia Geral, que compete com a da África do Sul (região Austral).

Segundo o ministro das Relações Exteriores, esse assunto sobre o apoio das candidaturas será decidido ao nível da União Africana (UA).

Comité de Sábios da CEEAC

A Cimeira aprovou a composição do Comité dos Sábios da CEEAC, com a inclusão do embaixador itinerante Dombele Mbala Bernardo, em representação da República de Angola.

Dombele Bernardo foi representante da missão diplomática de Angola no Gabão de 1982 a 2000.

A ex-presidente da RCA Samba Panza e Madame Kalala, da República Democrática do Congo (RDC) constam também das personalidades deste Comité, composto por sete membros. DC/AL/ADR