Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Incêndios florestais no Canadá geraram recorde de emissões de carbono

As emissões de carbono geradas pelos incêndios no Canadá atingiram níveis sem precedentes e, no fim de julho, eram mais que o dobro do recorde anual anterior, de 2014, informou o observatório europeu Copernicus.

“Atualmente, as emissões totais dos incêndios florestais no Canadá são de aproximadamente 290 megatons (de carbono), enquanto o recorde anterior, registrado em 2014, foi de 138 megatons”, afirma um boletim do observatório Copernicus.

O número para 2023 reflete apenas as emissões desde o início do ano e, essencialmente, desde o início de maio, quando os incêndios começaram a devastar o país, mas a temporada de incêndios ainda não chegou ao fim.

“As emissões dos incêndios nas zonas boreais geralmente atingem o ponto máximo no final de julho ou início de agosto, o que significa que o total continuará aumentando durante mais algumas semanas”, alertou Mark Parrington, cientista do Serviço de Monitoramento da Atmosfera do Copernicus.

O Canadá, que por sua situação geográfica registra um aquecimento mais rápido que o resto do planeta, enfrentou nos últimos anos fenômenos meteorológicos extremos, com frequência e intensidade aceleradas devido à mudança climática.

Em 30 de julho, o país registrava mais 990 incêndios, incluindo 613 considerados fora de controle.

Mais de 12 milhões de hectares foram queimados desde o início do ano.