Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

iOS 17 tem de cumprir com regulação europeia

No iOS 17 a Apple vai permitir, pela primeira vez, que os utilizadores do iPhone descarreguem aplicações hospedadas fora da sua App Store oficial. Mais uma vez, a notícia vem de Mark Gurman, da Bloomber.

Também conhecida como sideloading, a mudança vem permitir que os clientes descarreguem aplicações sem precisarem de usar a App Store, o que significa que os desenvolvedores não vão ter de pagar as taxas de 15 a 30% da Apple.

A Lei dos Mercados Digitais (DMA) da União Europeia, que entrou em vigor em novembro do ano passado, exige que empresas “porteiras” abram os seus serviços e plataformas a outras empresas e equipas de desenvolvimento.

O DMA terá um grande impacto nas plataformas da Apple e pode resultar em grandes alterações na ‌App Store‌, Mensagens, FaceTime, Siri e muito mais. A Apple planeia, assim, segundo Gurman, implementar o suporte de sideload para cumprir os novos regulamentos europeus até ao próximo ano. Se não o fizer e violar as leis europeias, a gigante tecnológica incorre em multas que podem chegar aos 20% da sua receita global.

Se outros países introduzirem legislação semelhante, as lojas de aplicações alternativas podem crescer para além da União Europeia. Os Estados Unidos, por exemplo, estão a considerar uma legislação que também exija que a Apple autorize o sideloading.

O Diretor de Política de Concorrência Global do Spotify, Gene Burrus, acredita que o DMA vai forçar a Apple a permitir uma opção alternativa para compras na app no iOS e uma comunicação mais direta entre desenvolvedores e consumidores.

Estas duas mudanças poderão, também, resolver os problemas que o Spotify tem com o “imposto da Apple” de 30% e a “supressão da Apple”.

Outra ação que o Spotify gostaria que a Comissão Europeia tomasse com o DMA era “impedir que a Apple favoreça os seus próprios serviços”.