Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Secretário anuncia retirada da JURA no CNJ

O secretário-geral da Juventude Unida Revolucionária de Angola (JURA), Manuel Armando da Costa Ekuikui, anunciou hoje, quarta-feira, em Luanda, a retirada desta organização juvenil do Conselho Nacional da Juventude (CNJ).

O responsável falava à margem da cerimónia de tomada de posse de 33 membros do secretariado executivo da JURA, tendo apontado, como justificação para o abandono desta plataforma juvenil, o actual figurino do CNJ.

Segundo o secretário, o actual figurino não corresponde com as expectativas e anseios da juventude angolana.

Para si, a JURA irá regressar aos órgãos deliberativos e executivos do CNJ, quando esta plataforma juvenil de Angola voltar ao propósito e espírito da sua criação.

“A partir de hoje, quero anunciar a suspensão de todas as funções da JURA nos órgãos deliberativos e executivos do CNJ”, frisou.

Na ocasião, a secretária nacional para organização, Elvercia Chitunda, manifestou a pretensão da JURA de, a partir deste mês, estreitar as relações com várias organizações da sociedade civil, visando trabalhar no fortalecimento da cidadania.

Acrescentou que a organização vai trabalhar para dimensionar o espaço cívico, com vista o fortalecimento das liberdades, através do diálogo, elevando a consciência cívica da juventude do partido, em particular, e do país em geral.

A cerimónia de tomada de posse resulta do V congresso ordinário da organização juvenil da UNITA que elegeu, em Março último, Manuel Armando da Costa Ekuikui como novo líder da JURA.

A JURA foi fundada a 18 de Julho de 1974, por David Jonatão que foi o seu primeiro presidente. AA/PA/OHA