Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

União Africana enaltece apoio financeiro de Angola para pacificação da RDC

O director de Gestão de Conflitos no departamento de Paz e Segurança dos Assuntos Políticos da União Africana (UA), Sarjo Bah, enalteceu, esta segunda-feira, o apoio financeiro de Angola no quadro dos esforços de pacificação na República Democrática do Congo (RDC).

O diplomata fez esta apreciação na abertura da reunião ministerial Quadripartida que integra a Comunidade da África Oriental (COA), a Comissão Económica dos Estados da África Central (CEEAC), a Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Na ocasião, o responsável da UA salientou que Angola, no quadro dos esforços logísticos, contribuiu com um milhão de euros.

De igual modo, Sarjo Bah felicitou também o Senegal pelo apoio financeiro, sem mencionar o montante.

Em relação ao encontro, Sarjo Bah adiantou que ele visa reforçar o apelo aos demais Estados no sentido de apoiarem o processo de paz e estabilidade da RDC.

No quadro da mesma, deu a conhecer Sarjo Bah que a UA já está a apoiar as forças da Comunidade da África Oriental (COA) com dois milhões de dólares do fundo de paz da organização.

No entanto, reafirmou que o respeito da organização pela soberania e integridade territorial da RDC e convocou todas as partes a salvaguardar o princípio de boa vizinhança.

Reiterou ainda o engajamento da organização para demonstrar a coerência do processo de restauração da paz, segurança e estabilidade para o Leste da RDC.

Por sua vez, o chefe da diplomacia angolana, Téte António, reiterou o compromisso de Angola em continuar a apoiar os esforços de paz na região, privilegiando a resolução pacífica e negociada deste conflito.

Conforme o governante angolano, a abordagem do conflito não deve ter uma solução estritamente militar e militarizada.

O ministro frisou que Angola, na qualidade de Presidente em exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), de Campeão para a Paz e Reconciliação da União Africana, e de mediador, tem levado a cabo um conjunto de iniciativas visando desanuviar as tensões entre a RDC e o Rwanda.

As referidas iniciativas, adiantou, resultaram, entre outros aspectos, na adopção do Roteiro de Luanda e do Plano de Acção Conjunto para a Resolução da Crise de Segurança no Leste da RDC e a Normalização das Relações entre a RDC e o Rwanda, que tem vindo a ser implementado, mas que carece de um maior impulso, que estou em crer que esta reunião irá ser capaz de encontrar e propor.

Téte António disse que a Cimeira Quadripartida visa reforçar a coordenação e a harmonização dos engajamentos regionais, frisando que cada uma das organizações tem vindo a contribuir para a pacificação na região, evitando-se a duplicação de esforços e optimizando as iniciativas e os recursos. FMA/SC