Angola
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Zelenskyy admite que a Rússia está a abrandar a contraofensiva ucraniana

A Rússia está a abrandar a contraofensiva ucraniana. Quem o admite é o presidente da Ucrânia. Durante um fórum sobre o futuro do país, Volodymyr Zelenskyy criticou o ritmo lento da entrega de armas, insistiu na necessidade de armamento de longo alcance e pediu mais sanções à Rússia.

“A guerra é complicada, alguns processos são complicados, muitas coisas abrandaram. Quando alguns parceiros dizem: e a contraofensiva, quando será o próximo passo? A minha resposta, provavelmente hoje, é que os nossos passos são mais rápidos do que novos pacotes de sanções,” declarou o presidente ucraniano.

Há meses que a Ucrânia se queixa da lentidão das negociações para a entrega dos caças F-16. Várias dezenas destes aviões de fabrico norte-americano vão finalmente ser entregues por países europeus, mas as tripulações vão precisar de meses de formação.

A contraofensiva ucraniana lançada em junho deparou-se com poderosas linhas de defesa construídas pelos russos, incluindo campos minados e armadilhas anti-tanque.

Sergey Shoigu entregou a mais alta condecoração estatal do país – a medalha Estrela de Ouro – a militares russos que “mostraram coragem e heroísmo na execução das tarefas de uma operação militar especial”.