Brazil

Bolsonaro posta mensagem de "solidariedade aos familiares e amigos do Bruno Covas”

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Jair Bolsonaro Bolsonaro postou neste domingo (16)  mensagem de "solidariedade aos familiares e amigos do Bruno Covas”.

“Nossa solidariedade aos familiares e amigos do Bruno Covas, que faleceu hoje após uma longa batalha contra o câncer. Que Deus conforte o coração de todos!”, disse. 

 O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu neste domingo (16) aos 41 anos, em São Paulo, vítima de um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. 

Covas estava internado desde 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês, no centro da capital paulista. Na sexta-feira (14), a equipe médica informou que o quadro de saúde piorou e havia se tornado irreversível. 

O prefeito deixa o filho, Tomás, de 15 anos. 

O corpo de Covas será velado no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura, às 13h. Somente familiares e amigos próximos devem participar da cerimônia. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Football news:

Austria coach Foda: Italy haven't lost in ages, but maybe the time will come when they will lose again
Baumgartner on Austria's playoff exit: I still can't figure it out, my head hurts a lot. But we made history
Kroos on the conversation with Ronaldo after the Euro game: I asked him how he was doing in Italy. I was happy to see you
Zinchenko on the defeat by Austria: The game in the first half was unacceptable. I don't know what to say
Matvienko on 0:1 with Austria: Ukraine couldn't play their football because of nervousness
The Netherlands won all three matches in the Euro Group for the third time. The previous case was in 2008
Andriy Shevchenko: It was physically difficult for Ukraine, we were constantly late. A lot of unforced errors is fatigue