Brazil

Brasil passa de 137 mil óbitos por covid e eleva taxa de mortalidade

 (crédito: Ed Alves/CB/D.A. Press)

(crédito: Ed Alves/CB/D.A. Press)

Mesmo com menores patamares na atualização de óbitos e casos de covid-19, o Brasil fechou a última semana epidemiológica com incrementos e tem o quinto pior índice do mundo de número de mortos por milhão entre países com mais de um milhão de habitantes. No balanço desta segunda-feira (21/9), foram contabilizadas mais 377 fatalidades e 13.439 casos, somando, desde o início da pandemia, 137.272 perdas e 4.558.068 infecções pelo novo coronavírus.

Ao comparar o acumulado da semana epidemiológica 37 com a 38, houve um incremento de 6,3% no número de óbitos e 10,3% no de casos. Com isso, o Brasil interrompe a acentuada queda registrada na comparação anterior, mas não chega aos patamares de mil óbitos e 40 mil casos diários. A média móvel dos últimos sete dias, de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde, está em 752 fatalidades e 30.351 infecções diárias.

Se por um lado a média de atualizações sofreu um declínio ao longo do mês, por outro não foi suficiente para que o país não se destacasse nos índices negativos de mortalidade em comparação com as demais nações. Desde o início de setembro, o Brasil já ultrapassou a Suécia, Estados Unidos, Itália, Reino Unido, Equador e Chile em mortes por milhão. De acordo com levantamento do World o Meters, com 645 mortes por milhão, o Brasil tem o quinto pior índice mundial entre os país com mais de um milhão de habitantes.

Estados

Com uma taxa de mortalidade de 3%, o Brasil vê que a maioria dos seus estados já somam mais de mil mortes cada. Atualmente, 23 estados já atingiram a marca de mil mortes cada. Somente quatro estados ficam de fora dessa lista: Tocantins, com 867 mortes, Amapá, com 693 óbitos, Acre, com 649, e Roraima, com 613.

Do lado contrário, no topo da tabela, São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas unidades federativas com mais de 10 mil mortes. O estado paulista lidera o ranking negativo de mortes provocadas pela covid-19, com 33.984 vidas perdidas pelo novo coronavírus; no Rio são 17.727 vítimas.

Em seguida estão: Ceará (8.834), Pernambuco (8.016), Minas Gerais (6.727), Pará (6.468), Bahia (6.313), Rio Grande do Sul (4.409), Goiás (4.164), Paraná (4.146), Amazonas (3.964), Maranhão (3.664), Espírito Santo (3.432), Mato Grosso (3.245), Distrito Federal (3.097), Paraíba (2.719), Santa Catarina (2.656), Rio Grande do Norte (2.353), Piauí (2.038), Alagoas (2.024), Sergipe (1.987), Rondônia (1.305) e Mato Grosso do Sul (1.179).

Football news:

Manchester United are ready to offer Chalhanoglu a 5-year contract. In the summer he becomes a free agent
Ceferin made it clear that we are categorically against it. UEFA on Bartomeu's words about the European super League
Pep on the criticism: Defeat is becoming a disaster these days because of social media. Sometimes the opponent is better than us, this is life
FIFA about Bartomeu's words about the European super League: we do not know about any agreement
Brother, don't give up on him. He's playing against us. Benzema asked Mendy not to give the ball to Vinicius at half-time of the match with Borussia
In 2010, Pirlo negotiated with Barca. The main playmaker of the generation was ready to go to Pep even in the rotation
Chugainov about Loko in the Champions League: there are Chances to get out of the group. The team looks confident and worthy