Brazil

Brasileiro é banido após fazer comentário racista em PUBG Mobile


O brasileiro Gabriel “NTX” Garcia está banido do competitivo de PUBG Mobile. O ban terá duração de 12 meses e já está valendo, conforme anunciado nesta quinta-feira (15) no perfil de esportes do jogo.

O jogador fez comentários considerados racistas em uma stream na última semana, o que é proibido pelo jogo e seus torneios. Gabriel era atleta do time Influence Rage, que encerrou o contrato com o jogador imediatamente após o ocorrido, e se prontificou a conceder a ele o suporte no processo de reeducação e conscientização social.

Garcia se pronunciou através de seu Instagram após a suspensão. Segundo NTX, a frase racista que ele utilizou fez uma referência a um ex-colega de equipe que ele jogou por muito tempo. Ele se desculpou pela situação e por todas as pessoas que se sentiram ofendidas pelas palavras que ele utilizou naquele momento.

Esse foi o segundo caso de banimento por racismo do PUBG Mobile envolvendo brasileiros em menos de um mês. No último dia 06, Lucas “Goodzin” Martins também recebeu um ano de suspensão do competitivo após xingar um jogador de outra equipe com comentários racistas.

Com os casos recentes acontecendo, a PUBG Mobile Esports reiterou que tanto a PMPL Brazil como todo o ecossistema do game não tem qualquer tolerância com vocabulários discriminatórios e tóxicos, e que continuará a investigar e punir esses tipos de infrações.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade